sábado, junho 21, 2008

NOTÍCIAS DA ALDEIA: Festa da Sardinha, Encontro Nacional de Música Popular Portuguesa e Festas de Nossa Senhora do Castelo- 2008.

FESTAS DE 2008 EM HONRA DE NOSSA SENHORA DO CASTELO JÁ MEXEM
PROGRAMA JÁ CONHECIDO PARA OS DIAS 14,15,16 E 17 DE AGOSTO


A Comissão de Festas de 2008, em Honra de Nossa Senhora do Castelo- Vilas Ruivas, já deu a conhecer o programa completo das Festas mais Tradicionais e Antigas do concelho de Vila Velha de Ródão, que como sempre, se realizam todos os anos a 14,15,16 de Agosto, a que se acrescenta o dia 17 de Agosto, o dia da Associação “Grupo de Amigos de Vilas Ruivas”, facto que se verifica nestes últimos quatro anos.




Para este ano, o dia 14 de Agosto tem o seguinte programa:


16.00H- Abertura da Quermesse
22.00H- Grandioso Baile, com o Conjunto Musical Màrio & Companhia de Proença a Nova

No dia 15 de Agosto:




10,30H- Reabertura da Quermesse
17,30H- Missa e Procissão em Honra de Nossa Senhora do Castelo, na Ermida no Alto da Serra
22.00H- Grandioso Baile com o Conjunto Musical, Toc & Foge, do Tramagal

No dia 16 de Agosto:

10.30H. Reabertura da Quermesse
16.00H- Início do Torneio da Sueca
16.00H- Espectáculo Musical com o Grupo de Música Popular e Tradicional Portuguesa “Os Quintarolas”, de Vilas Ruivas
18.00H- Jogos tradicionais para a juventude da aldeia
22.00H- Grandioso Baile com o Conjunto Musical, Georgeous, de Algueirão- Sintra
00.00H – Nomeação da Comissão de Festas para o ano de 2009, e continuação do Grandioso Baile.

Dia 17 de Agosto:

13.00 Horas: IV Aniversário da Associação do Grupo de Amigos de Vilas Ruivas, com o Convívio entre todos os associados, naturais e amigos da Aldeia e o já tradicional Porco no Espeto, no Largo Principal




Enchente em Vilas Ruivas na Festa da Sardinha e da Música Portuguesa
ESTÁ DE PARABÈNS O GRUPO DE AMIGOS DE VILAS RUIVAS

 
O Grupo de Amigos de Vilas Ruivas está de parabéns pelo evento organizado no dia 14 de Junho.

Na realidade, a Festa da Sardinha e da Música Tradicional Portuguesa levou àquela aldeia do nosso concelho, cerca de 300 pessoas que quase enchiam o Largo Principal . Presentes também no evento estiveram a Srªa Presidente e o Vice-Presidente da Câmara Municipal, o Sr. Vereador da Cultura  o Sr. Presidente da Mesa da Assembleia Municipal, a Sra Presidente da Junta de Freguesia de Vila Velha de Ródão, e a representação de muitas Associações do nosso concelho.
 



Com as mesas distribuídas nesse mesmo Largo, o Grupo de Amigos de Vilas Ruivas não olhou a meios para que nada faltasse: 14 caixas de sardinhas e três de carapaus se gastaram nessa tarde/noite de festa.

Os Alegres de Queluz, Os Trovarolas de Castelo Branco, Tons do Povo de São Mamede de Infesta e os Quintarolas de Vilas Ruivas foram os grupos que participaram no I Encontro Nacional de Música Popular Portuguesa, num espectáculo que teve o seu início às 19.30H e que terminou já perto da meia noite, e que foi do agrado de todos aqueles que enchiam praticamente o Largo Principal da Aldeia.
 







Para o Presidente da Associação, Jorge Manuel Cardoso “ tudo correu maravilhosamente bem. Em primeiro lugar, tenho que publicamente agradecer a todos aqueles que ao longo do dia nos ajudaram na organização do evento. Mais uma vez, algumas senhoras da aldeia foram inexcedíveis nesta organização, trabalhando e ajudando arduamente o dia inteiro para que nada faltasse. A todos aqueles que se mantiveram nos fogareiros ao longo do dia, o meu também muito obrigado, pois sabemos o quanto é difícil estar perto do lume quando o calor aperta, mas os jovens e menos jovens disseram presente, e foram exemplares na maneira como “despacharam” o trabalho com qualidade e dedicação.



A todos aqueles que estiveram de serviço no salão da Associação na distribuição da tão necessária bebida fresca para um dia de calor, também o meu muito obrigado, pois não tiveram mãos a medir, tanta foi a procura. Ao fim e ao cabo, todos aqueles que colaboraram deram as mãos e fizeram o trabalho que todos vimos no Largo da Aldeia de Vilas Ruivas. O Grupo de Amigos fica--lhes eternamente agradecidos”, acrescentou o Presidente do GRAV, adiantando ainda que “ agradece também, e muito, a todos os meus familiares e amigos que trabalharam e ajudaram também a por de pé este evento, mantendo-se todo o dia, quer na Associação, quer nos fogareiros, quer na montagem de toda a questão logística. Um agradecimento também muito grande à nossa Câmara Municipal de Vila Velha de Ródão na pessoa do Vice-Presidente, Luís Pereira, inexcedível para que nada faltasse nesta grande festa. Para ele, o meu grande abraço de amizade e de reconhecimento, bem assim como às Aparelhagens Octávio do Marmelal, na pessoa do próprio Octávio, grande amigo da nossa aldeia e a Abílio Batista, do Restaurante O Telheiro do Abílio de Castelo Branco, pela ajuda logística que prestou” rematou ainda Jorge Manuel Cardoso.



 
Sobre a V Edição da Festa da Sardinha, em 2009, o Presidente da Associação, Jorge Cardoso, deseja “que a mesma se realize com o mesmo êxito desta edição”, acrescentando que “ nessa altura, certamente que já será outra direcção a programar a festa, já que o nosso mandato termina em Março de 2009, onde serão prestadas as contas de 2008, e onde serão também realizadas as respectivas eleições para a nova Direcção do Grupo de Amigos de Vilas Ruivas”, adiantou ainda.
 
Sobre uma possível recandidatura ao cargo, Jorge Cardoso é texativo “ Neste momento não somos candidatos, e dificilmente o seremos. A nossa equipa é coesa, e isso já foi falado entre nós, pois existe algum cansaço. Desejo que outras pessoas comecem a pensar em avançar para o próximo mandato de quatro anos, porque o mais difícil já foi feito nesta Associação, e não desejo que sejam sempre os mesmos, nem nós estamos agarrados ao lugar”, adiantando ainda que “temos recebido força para continuar, mas também sei, pelo que oiço, que existe mais gente com mais ideias, pois também recebemos críticas dessas mesmas pessoas. A essas mesmas pessoas, que têm críticas construtivas para desenvolver, eu lhes digo que têm agora uma soberana oportunidade de colocar em prática as suas ideias, formando listas para concorrer às próximas eleições. Era sinal de vitalidade da Associação, e já que tanto criticam em alguns aspectos, podem agora certamente fazer melhor do que nós, de acordo com as ideias que têm para a nossa Associação. Financeiramente estamos bem, já pagámos tudo o que devíamos, e esperamos investir brevemente o dinheiro que temos disponível para benefício da Associação e da população da aldeia, nomeadamente em mais infra-estruturas ”, rematou ainda o Presidente do Grupo de Amigos de Vilas Ruivas.
 

( O Presidente da Direcção do Grupo de Amigos de Vilas Ruivas não se recandidata a novo mandato)


Sobre as críticas recebidas, Jorge Cardoso acrescenta que “elas são bem vindas quando são construtivas, embora podemos estar ou não de acordo com elas. Nesse sentido, essa meia dúzia de pessoas, que não concordam com o rumo traçado por esta Direcção, que tenham agora a coragem de avançar para a frente da Associação, pois a crítica é fácil, mas o trabalho, por vezes é árduo e nem todos os sócios se chegam à frente nos momentos decisivos. Felizmente que é só uma meia dúzia deles, mas acredito que têm todas as condições para avançarem e fazerem um bom trabalho nos próximos quatro anos. Da minha parte, terão toda a ajuda para o que for necessário fazer”, acrescentou.
 
Sobre um possível vazio directivo, Jorge Cardoso refere que “não acredita nisso, porque a nossa Associação é já uma referência no concelho. Não existindo candidatos, seria destruir o trabalho feito até aqui, e colocar em causa o factor de mobilização das gentes da nossa aldeia, pois ninguém deseja o encerramento da Associação. Acredito pois que vão aparecer candidatos à nossa sucessão. Se isso não acontecer, teremos obrigatoriamente que gerar consensos e tentar evitar o pior. Nessa altura, estou certo, veremos avançar aqueles que efectivamente gostam da Associação e da aldeia de Vilas Ruivas”, finalizou.
 
 
EXCURSÃO A VILAS RUIVAS FOI UM ÊXITO
SETENTA PESSOAS FICARAM DELICIADAS COM AS POTENCIALIDADES DO NOSSO CONCELHO.






No mesmo dia da Festa da Sardinha e da Música Tradicional Portuguesa, realizou-se uma excursão proveniente de Lisboa com destino ao nosso concelho. Contactada para o efeito, a Associação do Grupo de Amigos de Vilas Ruivas, preparou tudo para que nada faltasse a estes convivas que escolheram o nosso concelho para um dia bem passado.
Um autocarro completamente cheio, e muitos a viajar de viatura própria, cerca de setenta convivas conheceram o concelho de Vila Velha de Ródão. Para Jorge Manuel Cardoso, “ a Câmara Municipal de Vila Velha de Ródão, a quem agradeço publicamente, esteve desde a primeira hora ao lado da nossa Associação para a recepção a estes convivas, na maior parte deles, funcionários de Serviços de Finanças do Distrito de Lisboa. A recepção na Casa de Artes foi magnífica, e desde já agradeço a colaboração prestimosa da D.Ana e do amigo Jorge na recepção que efectuaram. Por volta das 10,30H seguiram-se as viagens de barco, que deixaram maravilhados todos aqueles que nelas participaram, nomeadamente na travessia das Portas de Ródão, que muitos não conheciam, ficando deslumbrados com o local”, adiantou ainda o Presidente do GAVR, adiantando que depois “seguiu-se um almoço volante em Vilas Ruivas, preparado por familiares e amigos meus. A este propósito, muito agradeço a colaboração da minha família e de todos os amigos que nos ajudaram nesta recepção em Vilas Ruivas para que nada faltasse. Pretendia-se que existisse um passeio pedestre até ao Castelo e Ermida de Nossa Senhora do Castelo, mas o calor impediu esse passeio. No entanto, a viagem foi feita de autocarro , e mais uma vez deu para ver a satisfação de toda aquela gente, deslumbrada com a paisagem que ali estava a seus pés. Para completar o dia, nada melhor do que a participação na Festa da Sardinha e no I Encontro Nacional de Música Popular Portuguesa na aldeia de Vilas Ruivas, para além dos habituais passeios pelas ruas, ruelas e caminhos da aldeia. Pelo feed-back recebido, todos ficaram deliciados com o programa delineado pelo Grupo de Amigos de Vilas Ruivas, e com muitas promessas de um regresso breve, já que os enchidos e os queijos também deixaram água na boca à maioria dos participantes nesta excursão ao nosso concelho”, rematou Jorge Cardoso.