terça-feira, março 16, 2010

MANUEL CARGALEIRO APADRINHA PORTAS DE RÓDÃO NAS SETE MARAVILHAS




O artista plástico natural do concelho de Vila Velha de Ródão juntou-se às autarquias de Ródão e Nisa para promover o monumento natural que chegou a finalista do concurso.

O mestre viajou pelo Tejo acompanhado pelas autarcas
Manuel Cargaleiro é o padrinho da candidatura das Portas de Ródão às 7 Maravilhas Naturais de Portugal , que vão ser declaradas a 7 de Setembro deste ano.

O artista plástico natural de Vila Velha de Ródão, distrito de Castelo Branco, visitou esta segunda-feira o monumento natural, acompanhado pelas presidentes das câmaras municipais de Vila de Velha de Ródão e Nisa, que apresentaram a candidatura em conjunto e viram a sua inclusão no lote das 21 finalistas.

Manuel Cargaleiro nasceu bem perto das Portas de Ródão, na aldeia de Chão das Servas.

A zona, confessou durante a viagem de barco pelo Tejo, "influenciou muito a minha obra", recordando a ligação ao local de nascimento e as férias passadas na infância.

Maria do Carmo Sequeira, a presidente da Câmara Municipal de Vila Velha de Ródão, sublinhou a riqueza histórica e natural das Portas de Ródão, nomeadamente por abrigar 170 espécies de fauna "algumas raras em Portugal".

A autarca rodense diz que o apuramento do monumento para a final das 7 Maravilhas Naturais de Portugal é importante para toda a região, já que é a única finalista do distrito de Castelo Branco e do Alto Alentejo na categoria de Zonas Aquáticas não Marinhas.

O monumento tem sido um importante chamariz turístico, como comprovam os visitantes da Casa das Artes, que em 2009 acolheu 8600 visitantes em vez dos 300 de anos anteriores.

O mesmo acontece em Nisa.

Gabriela Tsukamoto, a presidente da câmara municipal, disse aos jornalistas que em 2009 "registamos perto de 8 mil visitantes (Março a Junho) e destes a sua grande maioria era para conhecer tudo o que tinha a ver com a marca Geopark e as Portas de Ródão".

A votação para as 7 Maravilhas está a decorrer na internet em http://www.7maravilhas.sapo.pt até dia 7 de Setembro.

Para votar nas Portas de Ródão pode ainda telefonar para o 760 302 717 ou enviar um SMS com a mensagem 717 para o 68933.


FONTE E FOTO: José Furtado, Jornal RECONQUISTA ( Castelo Branco) EXPRESSO

terça-feira, março 09, 2010

Monumento Natural Portas de Ródão entre as 21 Maravilhas Naturais de Portugal.


As Portas de Ródão estão já entre as 21 Maravilhas Naturais de Portugal.
Na categoria de Zonas Aquáticas Não Marinhas.


O Monumento Natural Portas de Ródão está a concorrer, neste momento, com apenas mais dois locais: Açores - Lagoa das Sete Cidades e Vale do Douro.

Até 7 de Setembro vote no Monumento Natural PORTAS DE RÓDÃO:

Internet (http://www.7maravilhas.sapo.pt/#/pt/votacao);
SMS (escrever 717 no corpo da sms e enviar para 68933);

Telefone (760 302 717).


A presidente da autarquia de Ródão, Maria do Carmo Sequeira, votou, ontem no Hotel Pestana Palace, em Lisboa, no Monumento Natural Portas de Ródão, na abertura oficial da votação pública das 7 Maravilhas Naturais de Portugal.
As “Portas de Ródão” constituem o ex-líbris natural de Vila Velha de Ródão e Nisa, onde o Tejo, o mais importante rio da Península Ibérica, corre entrincheirado entre gigantes quartzíticos.
Além do forte impacto na geomorfologia da região, o Tejo assumiu durante milhares de anos grande relevância para a ocupação humana deste território. Vestígios dos primeiros ocupantes encontram-se documentados no Museu Nacional de Arqueologia, no Museu Tavares Proença Jr. em C. Branco e no Centro Municipal de Cultura e Desenvolvimento de Vila Velha de Ródão: inúmeros instrumentos de pedra lascada, ossos trabalhados, restos de equídeos e de cervídeos, além de mandíbulas de auroque e uma lasca de dente de elefante.
Nas “Portas de Ródão” situa-se ainda o maior Complexo de Arte Rupestre holocénica da Península Ibérica, que reúne mais de 25 mil gravuras picotadas nos xistos, expressão de uma actividade místico-religiosa notável na Pré-História. Algumas gravuras são ainda visitáveis no Cachão do Algarve, em Gardete e na foz do rio Ocreza.
Classificadas Monumento Natural a 20 de Maio de 2009, as “Portas de Ródão” constituem um lugar único pelos seus valores geológicos (garganta epigénica de Ródão), paisagísticos (Serra das Talhadas, sítio Natura 2000), arqueológicos (Complexo de Arte Rupestre do Vale do Tejo, estações de Vilas Ruivas e Foz do Enxarrique, Conhal do Arneiro), históricos (Castelo de Ródão, monumento nacional classificado) e biológicos (flora autóctone, e mais de 170 espécies de fauna, algumas raras em Portugal).

Recorde-se que em finais de Dezembro último, os municípios de Ródão e de Nisa em colaboração com a Associação de Estudos do Alto Tejo apresentaram a candidatura do Monumento Natural Portas de Ródão às 7 Maravilhas Naturais de Portugal.Trata-se de uma acção organizada pela New 7 Wonders Portugal, SA, que tem em vista a promoção, divulgação e eleição das 7 Maravilhas Naturais de Portugal.
A votação, auditada pela PricewaterhouseCoopers, termina a 7 de Setembro de 2010 e as “7 Maravilhas Naturais de Portugal®” serão conhecidas no mesmo mês.



Gabinete de Imprensa, 13-01-2010
http://www.cm-vvrodao.pt/