quarta-feira, abril 25, 2012

IV Passeio Pedestre "A Rota dos Lagares", Aldeia de Vilas Ruivas

IV Passeio Pedestre "A Rota dos Lagares", Aldeia de Vilas Ruivas
No Próximo dia 06 de Maio de 2012, O Grupo de Amigos de Vilas Ruivas, promove mais um Passeio Pedestre (IV), "A Rota dos Lagares".
Um percurso de média dificuldade, com cerca de 10Km, para o qual é necessário levar calçado adequado.

Concentração no Largo da Aldeia, pelas 08H00.
Inscrições até ao dia 04 de Maio, (7 morcegos) - (Pequeno Almoço, Reforço e Almoço)
CONTACTOS: Rui Marques: 96 24 43 969 (moche), Nuno Mendes: 96 90 31 386

Descrição do Percurso:
Saída do centro da Aldeia, em direção ao Ribeiro das Vilas Ruivas , onde vamos poder ver vestígios de três lagares e três Moinhos de água. 
Edificações antigas abandonadas, que outrora o povo utilizava no seu dia-a-dia (quando se trabalhava no campo, de "sol a sol" , muitas vezes passando dias e dias sem virem à Aldeia, algumas podemos considerar como habitações),  mas que a natureza preservou, e a história registou.
Paisagens naturais que nunca teve a oportunidade de ver,  visite um "Habitat dos Morcegos", caminhos percorridos no passado, acompanhados pela frescura e o som das águas nas cascatas, que correm pelos vales até se perderem no Tejo.

Traga a sua máquina fotográfica e registe estes momentos, aproveite esta oportunidade e envie as suas fotografias para: E-mail: gavr2004@gmail.com
Todos os trabalhos serão publicados no nosso blog (www.vilasruivas.blogspot.com)


sábado, abril 14, 2012

ACTIVIDADES NO GRUPO DE AMIGOS DE VILAS RUIVAS: BOLETIM INFORMATIVO

PRÓXIMAS ACTIVIDADES A REALIZAR PELO GRUPO DE AMIGOS DE VILAS RUIVAS

IV PASSEIO PEDESTRE DO GRUPO DE AMIGOS DE VILAS RUIVAS


Realiza-se a 6 de Maio (data a confirmar ainda na sede da Associação), o IV Passeio Pedestre do Grupo de Amigos de Vilas Ruivas, onde uma vez mais se aguarda um grande número de participantes.
Uma iniciativa e organização que vai ganhando raízes no concelho de Vila Velha de Ródão, já que os percursos escolhidos têm sido de uma inigualável beleza, deixando os convivas imensamente satisfeitos com o que os seus olhos vêem nos percursos escolhidos.
A todos aqueles que desejam participar neste evento, estejam atentos à página do Grupo de Amigos de Vilas Ruivas no Facebook e também ao site da aldeia em: www.vilasruivas.blogspot.pt, onde brevemente serão dados todos os detalhes da organização.


EXCURSÃO ANUAL DO GRUPO DE AMIGOS DE VILAS RUIVAS

Também para Maio, está prevista mais uma excursão do Grupo de Amigos de Vilas Ruivas (em data a confirmar), onde já se encontram as inscrições abertas. Uma excursão até Barca D`Alva, com um passeio de barco pelo Rio Douro. A direcção do Grupo de Amigos de Vilas Ruivas apela a que todos façam a sua atemptada inscrição antes que esgote, já que o número de inscrições é limitada. Uma excursão e um convívio que promete, e com mais informações brevemente na página do Grupo de Amigos de Vilas Ruivas no Facebook e também no site da aldeia em: www.vilasruivas.blogspot.pt, onde brevemente serão dados todos os detalhes da organização.

NO PRÓXIMO DIA 3 DE JUNHO

8ª FESTA DA SARDINHA E 5ª EDIÇÃO DO “ MALGAS” ENCONTRO NACIONAL DE MÚSICA TRADICIONAL PORTUGUESA, EM VILAS RUIVAS.


O Grupo de Amigos de Vilas Ruivas leva a efeito a 3 de Junho, no Largo Principal da Aldeia, a 8ª Festa da Sardinha e em simultâneo, a 5ª Edição do “Malgas-Encontro Nacional de Música Popular Portuguesa.
Ao final da tarde realiza-se a Festa da Sardinha, iniciativa que tem levado até Vilas Ruivas, centenas de convivas, com a boa sardinha assada, sempre apetecida num prato típico português.
Ao início da noite, também no Largo Principal, realiza-se a 5ª Edição do Malgas. Esta organização já faz parte dos eventos mais apetecidos do concelho de Vila Velha de Ródão, já que, e de ano para ano, são cada vez mais aqueles que se deslocam até Vilas Ruivas para assistirem à actuação de vários grupos nacionais de música popular portuguesa, apadrinhados pelo Grupo Musical de Vilas Ruivas, os Quintarolas, que têm a seu cargo, a organização deste evento.
Mais um dia que promete, e que certamente os rodenses não vão uma vez mais perder à semelhança de anos anteriores.
Várias bandas vão passar pelo palco instalado no Largo Principal de Vilas Ruivas, “num hino” à boa música tradional que se vai fazendo em Portugal.
Brevemente será divulgado o cartaz completo deste evento, que mais uma vez muito promete em Vilas Ruivas e no concelho de Vila Velha de Ródão.



E se a Igreja Católica “deixar cair” o feriado de 15 de Agosto?


ALDEIA DE VILAS RUIVAS NÃO VAI ALTERAR AS TRADIÇÕES DOS FESTEJOS EM HONRA DE NOSSA SENHORA DO CASTELO.

Quando em Janeiro do corrente ano, Governo e parceiros sociais discutiram as alterações ao Código do Trabalho, o Ministro da Economia, Álvaro dos Santos Pereira, afirmava à comunicação social que “ confirmava a eliminação de quatro feriados, dois civis e dois religiosos, escusando-se a afirmar se a medida entraria já em vigor este ano.



O acordo assinado entre o Governo, a UGT e as confederações patronais referia que seriam eliminados três ou quatro feriados, uma intenção que se traduziu em lei no documento final aprovado e que ditou as alterações ao Código do Trabalho.



Os quatro feriados que os portugueses veriam reduzidos são o de Corpo de Deus, em Junho (feriado móvel), 15 de Agosto, 5 de Outubro e 1 de Dezembro, aliás , como constava do projecto, tendo a última palavra, a Igreja Católica, quanto aos feriados religiosos.



Aqui nasce efectivamente a grande discórdia no seio na Igreja, entre o Patriarcado Português e o Vaticano, nomeadamente quanto a “deixar cair” o 15 de Agosto. O Vaticano prefere que um dos dois feriados religiosos a cair seja o 1 de Novembro e não o 15 de Agosto, como sugeriram os bispos portugueses.



Em Roma, a inclinação seria mais para deixar cair o 1 de Novembro em vez do 15 de Agosto. Cartas de meios católicos e as declarações do presidente do Governo Regional da Madeira, João Jardim, que disse que manteria o feriado de 15 de Agosto, "por respeito para com os madeirenses", terão contribuído para a actual orientação do Vaticano. Mas há outros argumentos. E esses argumentos vêm de um pouco por todo o lado no nosso País, com os párocos e alguns bispos a discordarem publicamente de se deixar cair o feriado de 15 de Agosto. De acordo com os mesmos, “ o dia 15 de Agosto, é por tradição secular, um dia de romaria e de festejos católicos, pelos quatro cantos do nosso País, onde milhares de emigrantes estão presentes nesses festejos, pelo que não existirá justificação nenhuma, para se deixar cair o feriado do dia 15 de Agosto”. Inclusivamente, o próprio Papa Bento XVI, já estaria sensibilizado para não deixar cair esse dia de grande tradição católica em Portugal, pelo que, o processo regrediu neste momento, acreditando-se de que, efectivamente, a Igreja em Portugal deixará cair o 1º de Novembro, e não o 15 de Agosto, perante a contestação verificada um pouco por todo o lado nas paróquias em Portugal.



A partir do momento em que a Aldeia de Vilas Ruivas, no nosso concelho, soube destas primeiras notícias, a tristeza começou a pairar em muitos dos seus habitantes, naturais e amigos, já que, o dia 15 de Agosto, como se sabe, é o dia dos Festejos em Honra de Nossa Senhora do Castelo, os mais antigos e tradicionais festejos do concelho de Vila Velha de Ródão. As hipóteses colocadas em cima da mesa, eram de alterar os festejos para o fim-de-semana mais próximo do dia 15 de Agosto, ou para outro fim-de-semana de Agosto. Na página do facebook do Grupo de Amigos de Vilas Ruivas, está uma mera sondagem, em que os naturais e amigos da aldeia escolhem várias hipóteses quanto ao futuro dos festejos. A resposta é quase unânime: com ou sem feriado do dia 15 de Agosto, a população, amigos e naturais da aldeia, “nem admitem outro cenário, senão manter as tradições da aldeia, e continuar a realizar as festas a 14, 15 e 16 de Agosto, como sempre foi tradição.”



Confrontada com esta situação, a Comissão de Festas do Grupo de Amigos de Vilas Ruivas-2012, teria uma palavra a dizer, e para Jorge Manuel Cardoso, membro dessa Comissão, a situação nunca foi dúbia para a Comissão, já que “ jamais alteraríamos a data dos festejos, e eles vão mesmo acontecer a 14, 15 e 16 de Agosto de 2012, com ou sem feriado”, adiantando ainda “ que se existe algo em que acreditamos e que nos envolve, são precisamente as tradições,os costumes e a História secular da nossa aldeia, que desejamos preservar e cuidar”, lançando ainda o repto para o futuro “ as comissões de festas devem manter a vontade de um povo, e se a vontade do povo de Vilas Ruivas, como se vê pela sondagem feita, é manter a tradição do 14,15 e 16 de Agosto, temos que ir de encontro aos seus desejos, não retirando dias, nem acrescentando, nem alterando datas e nada do que está feito há já muitos e muitos anos”.



Relativamente à organização dos festejos deste ano, Jorge Manuel Cardoso, acrescenta que “ já está tudo praticamente delineado quanto ao programa final, faltando ainda limar algumas arestas, na certeza de que os festejos honrarão as tradições do nosso povo”, lamentando no entanto “ a crise económica que devassa o nosso País, desejando que , esse seja um motivo ainda mais forte para que o povo e todos os rodenses amigos da aldeia, se unam em torno desta Comissão, comparecendo e ajudando os festejos, já que os apoios externos vão ser reduzidos para metade do que tem sido habitual em anos anteriores”.




IMPRESSIONANTE O NÚMERO DE TURISTAS NO CASTELO E ERMIDA DE NOSSA SENHORA DO CASTELO NESTA QUADRA PASCAL



Um rodense mais desatento não imagina e nem sonha com o número de turistas que passaram pelo Castelo , Ermida de Nossa Senhora do Castelo e toda a zona envolvente, nesta quadra pascal.

O nosso jornal escolheu dois dias distintos para se deslocar ao local: Sexta e Sábado de Páscoa. Em ambos os dias, entre as onze e a uma hora da tarde. Ficámos perplexos com o número de turistas presente naquele local. Já na subida à serra, tivémos oportunidade de assistir a imensos carros parados e pessoas a circular de máquinas de filmar e fotográficas em punho, a adivinhar o que encontraríamos lá em cima, na zona envolvente do Castelo.

E realmente encontrámos muita gente a visitar aquela zona, ex-líbris do concelho. Quando passámos pelo parqueamento existente(lotado e com um autocarro de excursão),adivinhava-se o que íriamos encontrar mais à frente: Uma autêntica romaria de turistas ( muitos estrangeiros), a visitarem aquele imponente local.

Nos dois dias, foi uma autêntica correria ao alto da serra, certamente de turistas que levaram para casa aquelas paisagens ímpares e por demais elogiadas, como tivémos oportunidade de ouvir. Casa vez mais alindado e com mais informação prestada pela nossa Câmara Muncipal, o Castelo e a Ermida de Nossa Senhora do Castelo, é sem sombra de duvidas, a sala de visitas do nosso concelho, o que nos obrigará ainda mais, a apostar naquela paradisiaco lugar.




OS “QUINTAROLAS” FESTEJARAM MAIS UM ANIVERSÁRIO



O Grupo de Música Popular Portuguesa “Os Quintarolas”, de Vilas Ruivas festejaram o seu 7º aniversário a 7 de Março.

Um Grupo que continua a animar e a desenvolver um grande trabalho cultural e de pesquisa no nosso concelho, sempre presente em festejos e eventos para o qual é solicitado, nomeadamente, organizados pela Câmara Municipal e Junta de Freguesia de Vila Velha de Ródão, Santa Casa da Misericórdia e outras instituições. Os Quintarolas têm também a seu cargo, o desenvolvimento da secção cultural e recreativa do Grupo de Amigos de Vilas Ruivas, tendo como principais dinamizadores, Rui Marques e Nuno Mendes, que ao longo destes anos, têm organizado eventos e iniciativas brilhantes na aldeia de Vilas Ruivas, que têm levado até à sede da Associação e às ruas de Vilas Ruivas, centenas e centenas de naturais e amigos da aldeia, bem assim como de muitos rodenses, sempre satisfeitos com essas iniciativas.

Para além destes aspectos, os Quintarolas têm actuado um pouco por todo o País, levando bem longe o nome de Vilas Ruivas e do concelho de Vila Velha de Ródão, também já com muitas participações em espectáculos organizados pela RTP-1 e pela SIC, onde têm alcançado sempre grande sucesso.

Aos Quintarolas, os nossos sinceros parabéns, desejando que o Grupo continue a desenvolver este trabalho em prol do Grupo de Amigos, da Aldeia de Vilas Ruivas e de todo o nosso Concelho. Mais iniciativas se aproximam para esta Primavera/Verão em Vilas Ruivas, capazes de trazer àgua na boca a todos os que nelas costumam participar.



ACTIVIDADES NO GRUPO DE AMIGOS DE VILAS RUIVAS: BOLETIM INFORMATIVO

RETALHOS DO FADO



A 31 de Março, o Grupo de Amigos de Vilas Ruivas levou a efeito a 2ª Edição “ RETALHOS DO FADO”.

Depois do êxito organizativo de 2011, a Aldeia e a sede da Associação voltou a encher-se de convivas e de amantes do fado. O dia começou logo com um almoço de confraternização na sede da Associação, terminando à noite com um jantar e com a edição deste ano dos “Retalhos do Fado”, numa soberba actuação dos intervenientes que a todos cativaram.

Uma sala magistralmente decorada para o efeito, num espectáculo que fez as delícias das muitas dezenas de amantes do fado presentes neste evento.

De parabéns estão todos os intervenientes, desde a organização, até aos participantes neste evento magnífico que a todos cativou, e até ao público , que aplaudiu de pé e pediu “bis” às actuações verificadas.

Sem dúvida, um evento que começa a criar raízes no nosso concelho, organizado soberbamente pela Grupo de Amigos de Vilas Ruivas, num dia e numa noite inesquecível para todos.




CARNAVAL FESTEJADO NA RUA E NA SEDE DA ASSOCIAÇÃO


No dia 21 de Fevereiro, o Grupo de Amigos de Vilas Ruivas levou a efeito o seu já habitual convívio de Carnaval, com um almoço na sede da Associação, que juntou muitas dezenas de convivas, para o já habitual “almoço tradicional de borrego”, que ocorre todos os anos. Para animar a aldeia, o Grupo de Percussão Toc&Rodão,do Coxerro, muito bem e originalmente vestidos a rigor da època, animou as ruas da aldeia, num dia de saudável convívio entre todos os participantes, e onde não faltou até os tradicionais jogos populares, como o jogo da sueca e de matraquilhos.