quarta-feira, dezembro 31, 2008

FELIZ ANO DE 2009






UM FELIZ ANO DE 2009 A TODOS OS NATURAIS, FAMILIARES, E POPULAÇÃO EM GERAL DA ALDEIA DE VILAS RUIVAS

domingo, dezembro 28, 2008

PASSAGEM DE ANO 2008-2009 NO GRUPO DE AMIGOS DE VILAS RUIVAS

Devido ao facto da sede social do Grupo de Amigos de Vilas Ruivas estar em obras de requalificação do 2º piso e do logradouro, a Direcção achou por bem não levar a efeito a habitual Festa de Passagem de Ano.

Se porventura as obras já estivessem concluídas, a Direcção do Grupo de Amigos de Vilas Ruivas tinha em projecto ocupar os dois pisos e solicitar o serviço de jantar e ceia de passagem de ano a um empresário da restauração do nosso distrito.

A partir do momento em que não existiram condições para a conclusão das obras, a Direcção abandonou essa ideia. No entanto, a sala do piso inferior estará aberta na passagem de ano, a todos os associados, naturais e amigos da aldeia de Vilas Ruivas, que desejem aparecer para festejar o nascer do novo ano.

MANUEL MENDES CARMONA É O NOVO PRESIDENTE DO GRUPO DE AMIGOS DE VILAS RUIVAS

Nas eleições realizadas no pretérito dia 20 de Dezembro, surgiu uma lista candidata aos Orgãos Sociais do Grupo de Amigos de Vilas Ruivas, a qual foi eleita por unanimidade dos presentes.
Depois do ainda presidente, Jorge Manuel Cardoso, ter anunciado a sua não recandidatura ao cargo, geraram-se consensos na formação de uma lista que passa assim a gerir os destinos da Associação no próximo quadriénio, 2009-2013.
Dos anteriores Corpos Sociais, não se recandidataram também: João Cardoso São Pedro, João Pires Agostinho, António Fernandes, Acácio Rei, João Pires Mendes e Stela Mendes.
O novo presidente da Associação é Manuel Mendes Carmona, mais conhecido na aldeia por Manuel Rei.
Eis a lista completa eleita para os Orgãos Sociais do Grupo de Amigos de Vilas Ruivas:
Direcção:
Presidente: Manuel Mendes Carmona
Secretário: João Albino António
Tesoureiro: José Pereira Correia
Vogal: João Pereira Correia
Vogal: António Belo Gonçalves
Conselho Fiscal:
Presidente: Merceano Marques Pires
Secretário: Manuel Esteves
Relator: Julio Gonçalves Esteves
Assembleia Geral:
Presidente: Nuno Mendes
Vice-Presidente: Marta Santos
Secretário: Rui Marques
Os eleitos tomam posse no próximo dia 01 de Janeiro de 2009.

segunda-feira, dezembro 15, 2008

BOLETIM INFORMATIVO-DEZEMBRO 2008


Obras na sede social do Grupo de Amigos de Vilas Ruivas já estão em movimento.
2ª FASE DAS OBRAS ARRANCARAM EM FORÇA



A Direcção do Grupo de Amigos de Vilas Ruivas, cujo mandato termina no final deste ano, vai cumprir com a sua última promessa para o mandato de quatro anos que agora termina. Uma promessa que passava pelas obras da 2ª Fase da Sede da Associação, nomeadamente a nível de requalificação do imóvel, e que se iniciaram ainda no pretérito mês de Novembro. Requalificar o 2º piso e logradouro são as obras em curso, que se cifram em cerca de 20 000,00€, e que, ao que tudo o indica, estarão prontas para finais de Janeiro ou princípios de Fevereiro do próximo ano.


Jorge Manuel Cardoso, Presidente da Direcção, é um homem feliz: “ quando avançámos para a compra da sede social e obras da 1ª Fase, tínhamos pouco dinheiro. Foi necessário legalizar a Associação, aprovar os Estatutos e Regulamento Interno e depois fazer escrituras e pagar os respectivos impostos da compra do imóvel. Pedimos empréstimos à banca e a particulares, que , e felizmente, acabámos de pagar ainda em 2006, verbas que ultrapassaram os 60 000,00€, de um total de cerca de 100 000,00€ movimentados.

Foi um esforço muito grande, onde contámos com a ajuda das diferentes Comissões de Festas da aldeia, dos associados, naturais e amigos da aldeia, Câmara Municipal e Junta de Freguesia de Vila Velha de Ródão. Sem todas estas ajudas não era possível termos feito o que fizemos até aqui. Felizmente que para esta 2ª fase das obras, não é necessário recorrermos a empréstimos, pois com a gestão rigorosa que temos tido, e agora com os donativos que vão surgindo para esta 2ª Fase, estamos em crer que as verbas estão garantidas, sem recorrermos também a qualquer subsídio.

A próxima direcção que presidir aos destinos da Associação não vai por isso ter qualquer encargo com estas obras. Apelamos é que todos colaborem nesses donativos, pois se excederem o que previmos, faremos ainda mais investimentos, tanto na Sede da Associação como no logradouro, onde vão ser instaladas infra-estruturas destinadas ao convívio dos associados, e infra-estruturas comunitárias, como forno e churrasqueira”, adiantou Jorge Manuel Cardoso.

Sobre projectos futuros, o Presidente da Direcção do GAVR, afirma que “ é desejo da população termos na aldeia, inicialmente um Centro de Dia, e depois, desde que estejam criadas as condições, um Lar para os Idosos de Vilas Ruivas. È certo que isso não se faz em um ou dois anos, mas é perfeitamente possível em mais meia dúzia de anos. No entanto, será já a nova Direcção a pensar nesse projecto, e em minha opinião, deverá ser, a partir de agora, o objectivo comum de todos os associados, naturais e amigos da aldeia. Pela minha parte, a nova Direcção da Associação só poderá esperar a colaboração empenhada para que esse projecto avance a partir de agora.”


Sobre as eleições do próximo dia 20 para os Corpos Sociais do Grupo de Amigos de Vilas Ruivas, Jorge Manuel Cardoso adianta “que o processo está com a Presidente da Mesa da Assembleia Geral, e vamos desejar que surjam listas para assim se continuar com esta obra que é de todos nós. Da minha parte, como filho da terra, continuarão a ter todo o meu apoio e colaboração para aquilo que for preciso”, acrescentou ainda o actual Presidente da Associação.

Entretanto, os donativos para esta 2ª Fase das Obras continuam a chegar até à sede da Associação:



A Direcção do Grupo de Amigos de Vilas Ruivas, deseja que os associados, naturais e amigos da aldeia continuem a colaborar nesta campanha de angariação de fundos para a 2ª Fase das Obras, embelezando assim cada vez mais, a sede da nossa Associação, orgulho de todos nós.




NATAL NA ALDEIA

O BOM SABOR DAS VELHAS TRADIÇÕES



Vem aí mais uma quadra natalícia, e como acontece um pouco por todas as aldeias, Vilas Ruivas vai levar a efeito a sua já tradicional fogueira do Natal, que conta também com a colaboração da Câmara Municipal de Vila Velha de Ródão.

Nesta quadra dedicada à família, o Natal tem mais encanto quando passado nas nossas aldeias. Deste modo o GRUPO DE AMIGOS DE VILAS RUIVAS, deseja a todos os associados, naturais e amigos de Vilas Ruivas um Santo e Feliz Natal e um Próspero Ano Novo extensivo a todos os familiares, e que continuem a fazer da nossa aldeia, o ponto natural de encontro e de convívio entre todos nesta quadra festiva.

terça-feira, dezembro 02, 2008

OBRAS EM BOM RITMO NA SEDE SOCIAL DO GRUPO DE AMIGOS DE VILAS RUIVAS

As obras da 2ª Fase da Sede Social do Grupo de Amigos de Vilas Ruivas continuam em bom ritmo, apesar dos últimos dias de chuva.


Obras que vão deixar orgulhosos todos os associados, naturais e amigos da aldeia de Vilas Ruivas.


A este propósito, os associados vão colaborando com a Direcção da Associação, ajudando e comparticipando da maneira como podem. Ajudas sempre bem vindas, de onde se destaca também o diálogo franco e aberto com a Câmara Municipal de Vila Velha de Ródão e também com a ajuda da Junta de Freguesia de Vila Velha de Ródão, que nestas alturas, diz sempre presente quando se trata de ajudar.


MAIS DONATIVOS:


SALDO ANTERIOR: 1 700,00€


Maria de Fátima Pires Esteves: 250,00€

António São Pedro Esteves: 200,00€


Manuel Tomé: 100,00€


Manuel Mendes Carmona: 250,00€


SALDO: 2 500,00€


quinta-feira, novembro 27, 2008

ARRANCARAM AS OBRAS DA 2ª FASE DA SEDE SOCIAL DO GRUPO DE AMIGOS DE VILAS RUIVAS

A Direcção do Grupo de Amigos de Vilas Ruivas comunica a todos os associados, naturais e amigos da Aldeia, que tiveram início as obras que constituem a 2ª fase da intervenção na nossa Sede Social.
Esta 2ª Fase das obras, passam pelos melhoramentos no piso superior e no telhado, bem assim como na escadaria e cozinha da Sede da Associação. Após estas obras, imediatamente serão construídas novas infraestruturas no logradouro da nossa sede que serão do agrado de todos.
Deste modo, contamos com a ajuda de todos vós.

Estamos todos de parabéns, e a actual Direcção termina assim o seu mandato com todas as promessas que cumpriu aos seus associados, e que foram as seguintes, desde 17 de Agosto de 2004:

1) Legalização da Associação junto das diversas entidades.

2) Publicação dos Estatutos em Diário da República.

3) Compra do Imóvel que serve de Sede Social da Associação no local mais desejado: O Largo Principal da Aldeia.

4)Restauro da Sede com a 1ª fase das obras, e a criação de todas as condições para um espaço de convívio entre todos.

5) Organização de dezenas de iniciativas todas elas com muito êxito, onde voltámos a dar um outro colorido à aldeia.

6) Colaboração com as duas outras Comissões de Festas: Cristã e Pagã, com a cedência das nossas instalações e com o diálogo franco e aberto na ajuda que sempre nos deram também em por de pé este projecto.

7) Conclusão das obras com esta 2ª fase cujo início teve lugar na pretérita terça-feira.

Esta Direcção, que agora termina o seu mandato, agradece a todos os associados, naturais e amigos da aldeia, a sua prestimosa colaboração, desejando que a continuem a dar para esta 2ª fase das obras.

Agradece também a todas as forças vivas do concelho de Vila Velha de Ródão a colaboração que nos foi dada, de onde se destaca a Câmara Municipal de Vila Velha de Ródão, a Assembleia Municipal, e a Junta de Freguesia de Vila Velha de Ródão.

Especial agradecimento a duas pessoas que connosco estiveram desde o 1º dia: Luís Miguel Ferro Pereira e o saudoso Eurico Mota, antigo presidente da nossa Junta de Freguesia, que muito nos ajudaram em por de pé esta obra.

A todos, os nossos agradecimentos.



quarta-feira, novembro 19, 2008

BOLETIM INFORMATIVO: NOVEMBRO 2008


Duas sacas de castanhas foi pouco para tanta procura
V MAGUSTO DO GRUPO DE AMIGOS DE VILAS RUIVAS


Realizou-se no pretérito dia 8 de Novembro a V edição do Magusto organizado pelo Grupo de Amigos de Vilas Ruivas.

Com a presença de muitos associados, naturais, e amigos da aldeia de Vilas Ruivas, as duas sacas de castanhas assadas esgotaram com o acompanhamento da boa àgua pé e jeropiga, fazendo as delícias de todos os presentes, principalmente para os apreciadores.

Uma boa jornada de convívio no Largo Principal da Aldeia de Vilas Ruivas, num final de tarde em que muita gente regressava da apanha da azeitona.
Uma organização
que contou também com a colaboração da Junta de Freguesia de Vila Velha de Ródão.

Assembleia Geral do Grupo de Amigos de Vilas Ruivas
ELEIÇÕES PARA OS NOVOS CORPOS SOCIAIS REALIZAM-SE A 20 DE DEZEMBRO


Realizou-se no pretérito dia 8 de Novembro, uma Assembleia Geral Extraordinária do Grupo de Amigos de Vilas Ruivas, cuja ordem de trabalhos era a preparação para as Eleições dos novos Corpos Sociais da Associação, tendo em vista o quadriénio 2009-2012.

Com a presença de cerca de trinta associados, foi aprovada a data de 20 de Dezembro para a realização das eleições, com as listas concorrentes a terem que ser apresentadas até dia 12 de Dezembro à Presidente da Mesa da Assembleia Geral, para ocuparem os lugares da Direcção, Conselho Fiscal e Mesa da Assembleia Geral.

Jorge Manuel Cardoso e Acácio Rei, respectivamente Presidente e Tesoureiro da Direcção do Grupo de Amigos de Vilas Ruivas, foram os oradores da tarde, manifestando a sua indisponibilidade para prosseguirem à frente dos destinos da Associação.

Na ocasião, o Presidente do Grupo de Amigos de Vilas Ruivas, Jorge Cardoso, fez uma retrospectiva dos quatro anos de mandato da actual Direcção, referindo que “ só podemos estar orgulhosos com a obra feita e com todos os apoios recebidos por parte de sócios, naturais e amigos da aldeia, bem assim como das forças autárquicas do concelho, que sempre estiveram do nosso lado. Apoios esses que foram bem empregues nas obras feitas na sede da Associação, e na organização de dezenas de eventos que trouxeram até á aldeia muitas centenas de amigos, alguns deles que já não se deslocavam a Vilas Ruivas há muitos anos”

Sobre o futuro da Associação, tanto Jorge Cardoso como Acácio Rei manifestaram o desejo da mesma não encerrar as suas portas, acreditando que vão aparecer listas a concorrer a novo mandato no próximo dia 20 de Dezembro para assim se prosseguir com a obra.

Os desejos de ambos passa também pela construção de um Centro de Dia a médio prazo, para servir todos os idosos de Vilas Ruivas, fazendo votos para que a nova direcção da Associação lute por esse objectivo do agrado de todos os sócios e população da aldeia.

Obras do segundo piso e do logradouro avançam
MELHORAMENTOS NA SEDE SOCIAL DO GRUPO DE AMIGOS DE VILAS RUIVAS


Na mesma Assembleia Geral Extraordinária, os sócios do GAVR tomaram conhecimento dos melhoramentos a efectuar na sede da Associação, que passam pelo 2º piso e pelo logradouro.
Jorge Manuel Cardoso explicou aos presentes que as obras podem ainda avançar neste mês de Novembro, estando tudo dependente da EDP e no isolamento dos fios eléctricos que passam ao lado das paredes da sede social. As obras passam pela substituição das vigas de madeira e do telhado do edifício, bem assim como pela construção de infraestruturas comunitárias no logradouro.

Questionado pelos sócios se existem verbas para esses melhoramentos, o tesoureiro, Acácio Rei, referiu que “ as mesmas vão orçar em cerca de 20 000,00€, pelo que não existe problema nesse aspecto, acrescentando no entanto que “ quanto mais forem os donativos, mais vastas serão as obras a efectuar para melhorar ainda mais a Sede Social do Grupo de Amigos de Vilas Ruivas, apelando à colaboração de todos para se efectuarem as obras”.

PASSEIO PEDESTRE EM VILA VELHA DE RÓDÃO


É já este fim-de-semana, Passeio Pedestre e Serão de Contos, em Vila Velha de Ródão. No Outono, quando a natureza está prestes a recolher-se para passar os rigores invernais, a AEAT e o CDRC para dar um abanão na monotonia, vão MAIS UMA VEZ UNIR esforços para promover uma actividade de muito interesse e que combina as vertentes da actividade física com a do prazer da palavra contada.
Sob o lema Caminhar e Contar, ao passeio pedestre às Portas de Ródão, quase quase monumento natural, e depois de um lanche ajantarado com os sabores outonais, vai juntar-se um serão de contos populares que se prevê, puxará pela boa disposição dos participantes e lembrará outros tempos em que a boa arte de contar era o recurso daqueles a quem a sorte mais não dava do que o talento para criar sonhos.

AEAT - Associação de Estudos do Alto TejoRua SantanaR/c do Edifício da Segurança Social 6030 - 230 Vila Velha de RódãoTelefone/Fax: 272 541 122 E-mail: altotejo@gmail.com

terça-feira, novembro 11, 2008

ELEIÇÕES NO GRUPO DE AMIGOS DE VILAS RUIVAS REALIZAM-SE A 20 DE DEZEMBRO

As eleições para os novos corpos sociais do Grupo de Amigos de Vilas Ruivas realizam-se a 20 de Dezembro próximo.

As listas candidatas devem ser entregues até dia 15 de Dezembro à Presidente da Mesa da Assembleia Geral, e devem reunir os requesitos necessários para a sua aceitação, de acordo com os Estatutos e o Regulamento Interno da Associação.

Esta data foi marcada na Assembleia Geral do passado dia 8 de Novembro, onde cerca de três dezenas de associados ficaram a saber que a actual direcção não se recandidata a novo mandato de quatro anos ( quadriénio 2009-2012).

quinta-feira, outubro 23, 2008

MAGUSTO CONVÍVIO REALIZA-SE A 8 DE NOVEMBRO

Grupo de Amigos de Vilas Ruivas organiza V Magusto no próximo dia 8
CASTANHA ASSADA E BOA ÁGUA PÉ EM JORNADA DE CONVÍVIO


O Grupo de Amigos de Vilas Ruivas vai levar a efeito no próximo dia 8 de Novembro, a partir das 16 Horas, a 5ª Edição do Magusto da Aldeia.
Recorde-se que foi durante a I Edição, em 2004, que se avançou para a legalização da Associação da aldeia, depois da sua fundação em 17 de Agosto de 2004.

Um Magusto que servirá também para uma boa jornada de convívio entre todos os associados, naturais e amigos da aldeia de Vilas Ruivas, sendo esse o desejo da actual Direcção presidida por Jorge Manuel Cardoso.
Assim no próximo dia 08 de Novembro, a boa castanha assada e a boa água pé marcarão presença no Largo Principal da Aldeia.


DONATIVOS PARA A 2ª FASE DAS OBRAS DA SEDE SOCIAL DO GRUPO DE AMIGOS DE VILAS RUIVAS.


Continuam a surgir na sede social da Associação mais donativos tendo em vista a 2ª Fase das obras que se iniciarão brevemente, e que passam pela requalificação do 2º Piso da Sede bem assim como a construção de infra-estruturas comunitárias no logradouro anexo. Obras que darão uma nova face e um novo dinamismo à Associação da aldeia.

O lema desta direcção, e segundo nos confidenciou o Presidente da Direcção, Jorge Manuel Cardoso, “ se há dinheiro…construam-se infra estruturas que possam beneficiar o povo da aldeia “. Nestas infra-estruturas estão previstas a construção de um terraço de convívio e também a de um forno e churrasqueira comunitárias.
Relativamente aos donativos, chegaram até à sede da Associação mais apoios dos associados:

Joaquim Carmona: 200,00€
Maria de Fátima Esteves: 250,00€
Manuel Tomé: 100,00€


A Direcção do Grupo de Amigos de Vilas Ruivas deseja que os associados continuem a participar nesta angariação de donativos, pois será possível sempre introduzir e colocar de pé novas infra-estruturas a favor da comunidade de acordo com as verbas disponíveis.


DIA 08 DE NOVEMBRO PELAS 14,30H, PREPARAÇÃO DAS ELEIÇÕES
GRUPO DE AMIGOS DE VILAS RUIVAS EM ASSEMBLEIA GERAL


Realiza-se no próximo dia 8 de Novembro, pelas 14,30H, na Sede Social do Grupo de Amigos de Vilas Ruivas, uma Assembleia Geral Extraordinária que tem como ponto forte dos trabalhos, os actos preparativos para as eleições dos novos corpos sociais da Associação, que se deverão realizar até ao final do presente ano.

Para o Presidente da Direcção, Jorge Manuel Cardoso, “ é importante que os associados compareçam nesta Assembleia Geral, porque em causa está o futuro da nossa Associação e é necessário encontrarem-se plataformas de soluções e entendimentos para se prosseguir com a obra até agora feita. De maneira nenhuma podemos deixar “fechar” as portas da Associação, pois existe gente válida que pode tomar conta dos destinos do Grupo de Amigos de Vilas Ruivas para os próximos quatro anos”, adiantou.


Sobre uma possível recandidatura desta Direcção a novo mandato de quatro anos, Jorge Manuel Cardoso acrescenta que “ essa possibilidade para já está posta de parte. Ao longo destes quatro anos, toda a Direcção trabalhou em prol dos associados e da aldeia com organizações e eventos que foram autênticos êxitos dentro do nosso concelho. Conseguimos mobilizar muita gente durante todo este tempo, mas há uma coisa importante, é que aqueles que tomaram conta da Associação em 2004, estão hoje quatro anos mais velhos, e a idade vai pesando”, rematou.


Sobre a obra feita, o presidente do GAVR adianta que “ ela está à vista de todos, e brevemente vamos concluir a 2ª Fase dessas obras para as quais estamos empenhados em arranjar as verbas necessárias para a realização das mesmas, ficando assim o projecto desta Direcção concluído, que passava precisamente pelas obras de requalificação da sede social do GAVR, um edifício já muito antigo, mas com óptimo espaço para a realização dos fins e objectivos a que esta direcção se propôs para estes quatro anos.


Para além das obras no 2º piso, o logradouro vai ser também alvo de uma intervenção importante no intuito de dar mais condições aos associados e população da aldeia, sobretudo em espaço de convívio e de infra estruturas de apoio comunitárias. Estamos satisfeitos com a obra feita e com a forte mobilização que os associados e população sempre deram a esta Direcção na organização de eventos e na colaboração prestada. Isso eu agradeço a todos, pois sem essa preciosa ajuda, nada disto teria sido possível.”, acrescentando ainda que “ por tudo isto, desejo que efectivamente surjam listas a sufrágio para levar por diante a nossa obra, pois muito há a fazer na aldeia, onde confesso, gostaria de ver nascer um Centro de Dia para os nossos idosos.


Sei que é dispendioso e que vai demorar alguns anos, mas ainda não desisti da ideia, contando com o apoio de todos os associados e naturais da nossa aldeia. Daí que seja necessário sangue novo a colaborar com a Associação. Novas ideias são necessárias. Ideias inovadoras, para seguirmos em frente com a obra, porque ela não acaba aqui na Sede Social do Grupo de Amigos. È mais abrangente e passa também pelo sonho desse Centro de Dia, que é também o sonho de muitos associados. Daí que, e repito, têm OBRIGATÓRIAMENTE de surgirem listas a sufrágio para assim se continuar com esse projecto, com essa obra.



Da minha parte, a próxima direcção terá todo o meu apoio e espírito de colaboração como não podia deixar de ser, porque em primeiro lugar estão os associados e a população da Aldeia”, adiantou.
Sobre a decisão de não se recandidatar a novo mandato, Jorge Manuel Cardoso justifica que “ a nossa Direcção trabalhou muito durante nestes quatro anos. Estou grato a todos eles, gente boa e maravilhosa, que em quatro anos, todos os dias, sem excepção, abriram a porta aos associados e ali trabalharam: Acácio Rei, João Albino, José Pereira Correia, Valentim Marques, António Belo, António Fernandes, João São Pedro, João Pires Agostinho entre muitos outros que connosco trabalharam e ajudaram. A todos eles, o meu AGRADECIMENTO PÚBLICO pelo grande trabalho efectuado”, acrescentou.



Sei que estão cansados e nem sempre foram compreendidos por meia dúzia de pessoas que fizeram da crítica á Direcção , o seu porta estandarte durante estes últimos tempos. È bom não esquecer que o trabalho realizado foi sempre em regime de voluntariado por todos. Estivemos unidos e sempre decidimos em conformidade e o que achámos melhor para o futuro do GAVR”.


sábado, setembro 20, 2008

BOLETIM INFORMATIVO

Festas em Honra de Nossa Senhora do Castelo
Vilas Ruivas

NOITES FRIAS E A AMEAÇAR CHUVA RETIRARAM MUITA GENTE AOS FESTEJOS


Pelo terceiro ano consecutivo, as Festas em Honra de Nossa Senhora do Castelo, em Vilas Ruivas, que se realizaram a 14,15 e 16 de Agosto, tiveram a companhia do frio e da chuva, isto em pleno mês de Agosto. Estes condicionalismos do tempo retiraram muita gente aos festejos, em noites que se adivinhavam de grande e saudável convívio entre toda a população e amigos da aldeia.

Na realidade, as noites estiveram desagradáveis quanto ao tempo, e nada convidativas a que o recinto de festas enchesse, que era no fundo aquilo que todos desejavam.

No saldo final, e mesmo assim, apuraram-se € 1.700,00 de lucro nestes festejos destinados a melhoramentos na sede social do Grupo de Amigos de Vilas Ruivas.

EUCARISTIA EM HONRA DE NOSSA SENHORA DO CASTELO REALIZOU-SE NA ERMIDA, BEM NO ALTO DA SERRA.

Muito participada como sempre, os festejos religiosos em Honra de Nossa Senhora do Castelo realizaram-se na Ermida, lá bem no alto da serra. Com a Câmara Municipal a desbravar terrenos para estacionamentos, foi a GNR que orientou todo o trânsito no local, bem assim como a prevenção dos Bombeiros Voluntários de Vila Velha de Ródão para qualquer eventualidade.

Num espaço bonito e remodelado, a zona envolvente à Ermida e Castelo encheu-se de gente, muitos que pela primeira vez tiveram oportunidade de ver “in-Loco” as obras ali feitas, e que deram uma nova face ao local, ex-líbris do nosso concelho.

GRUPO DE AMIGOS DE VILAS RUIVAS COMEMOROU QUATRO ANOS DE EXISTÊNCIA

O Grupo de Amigos de Vilas Ruivas comemorou no pretérito dia 17 de Agosto o seu 4º aniversário, com um almoço convívio no Largo Principal da Aldeia.
Cerca de duzentos e cinquenta convivas juntaram-se à mesma mesa num excelente repasto (porco no espeto) servido pelo Sr. Abílio Batista, empresário da restauração em Castelo Branco.
Presentes na comemoração deste 4º Aniversário esteve o Vice-Presidente da Câmara Municipal de Vila Velha de Ródão, Luis Pereira, o Presidente da Mesa da Assembleia Municipal, Eng. Conceição Lopes e outros representantes de Associações do concelho que assim se juntaram à data comemorativa do Grupo de Amigos de Vilas Ruivas.

DONATIVOS PARA A 2ª FASE DAS OBRAS NA SEDE DO GRUPO DE AMIGOS DE VILAS RUIVAS.

A Direcção do Grupo de Amigos de Vilas Ruivas, presidida por Jorge Manuel Cardoso, lançou já mãos à 2ª Fase das obras da sede social da Associação. Obras que passam pelos melhoramentos no 2º piso e telhado da Associação, bem assim como pelo logradouro, onde vai ser instalado um espaço de convívio com infraestruturas destinadas aos sócios e população da aldeia.

Esta 2ª fase das obras, e de acordo com o Presidente da Associação, “cifram-se em perto de 16 000 euros, que é no fundo o dinheiro que temos disponível para avançar. Com esta fase de donativos, e se conseguirmos mais algum dinheiro do que a verba prevista, ela será investida no logradouro criando ainda melhores condições para toda os sócios e população de Vilas Ruivas.
À medida que vamos recebendo os donativos, vamos apostando noutras infraestruturas que já estão projectadas. Para já, necessitamos que os sócios e a população nos ajudem nesta 2ª Fase, pois o projecto é desenvolver cada vez mais a Associação, deixando todas as condições para os nossos vindouros e para as nossas gentes”, acrescenta Jorge Cardoso.

DONATIVOS JÁ RECEBIDOS PARA ESTAS OBRAS:

Jorge Manuel Gonçalves Cardoso – 250,00€
Acácio Mendes Rei – 250,00€
João Albino António – 250,00€
José Pereira Correia – 250,00€
António Gonçalves Fernandes – 250,00€
Francisco Pires Mendes – 250,00€
Joaquim Carmona –
200,00€


A Direcção da Associação deseja que os sócios e população colabore com estes melhoramentos, já que os mesmos visam criar ainda melhores condições na sede da Associação.

sábado, agosto 30, 2008

Nas alturas...

Estas são algumas fotos aérias tiradas do avião Aviocar C212-100, por um filho da terra, Valter Farinha

Obrigado e Bem Haja...

terça-feira, agosto 12, 2008

Quintarolas na RTP1














Mais uma vez o grupo de Música Tradicional Portuguesa Quintarolas foi convidado pela Câmara Municipal de Castelo Branco para estar presente à chegada da 70.ª VOLTA A PORTUGAL EM BICICLETA à Cidade de Castelo Branco no dia 15 de Agosto de 2008.

Se não puder estar ao vivo, acompanhe-nos na RTP1.

terça-feira, agosto 05, 2008

ÚLTIMA HORA: EUCARISTIA DO DIA 15 DE AGOSTO REALIZA-SE NA CAPELA DA NOSSA SENHORA DO CASTELO

No próximo dia 15 de Agosto, pelas 17h30,vai realizar-se, na Ermida situada no Alto da Serra, junto ao Castelo do Rei Wamba , a eucaristia em Honra de Nossa Senhora do Castelo.
Após conversações com com o pároco de Vila Velha de Ródão, António Escarameia, a Câmara Municipal, a Junta de Freguesia, a Protecção Civil, os Bombeiros e a GNR ficou deliberado que estariam reunidas as condições de segurança para a realização da mesma na Capela da NOSSA SENHORA DO CASTELO.

No entanto alertamos todos aqueles que pretendam participar nestas comemorações, para se dirigirem o mais cedo possivel para o local, pois haverá restrições no acesso e no estacionamento previsto para este evento.

Assim deverão ser cumpridas todas as indicações que forem dadas no local, garantindo que tudo corra pelo melhor, ficando os acessos disponiveis para uma eventual situação de emergência que possa ocorrer.

Presidente do G.A.V.R.
Jorge Manuel Cardoso

domingo, julho 27, 2008

FALECIMENTO

Decorreu hoje da nossa aldeia de Vilas Ruivas para o cemitério de Vila Velha de Ródão, com grande acompanhamento, o funeral do Ti Joaquim Rei, falecido ontem em Lisboa, após doença prolongada.

Á família enlutada,particularmente á sua esposa, D. Maria, e ao seu filho, Manuel Carmona, apresentamos as nossas sinceras condolências e votos de pesar pela perda do seu ente-querido.

domingo, julho 20, 2008

NOTÍCIAS: VILAS RUIVAS-JULHO 2008

NASCEU O TIAGO TOMÉ MENDES















É com grande felicidade que aqui damos a notícia para todos os nossos amigos.

Hoje, dia 22 de Julho, pelas 19,35H, nasceu o Tiago Tomé Mendes, com 3.975 Kgs, filho de Nuno Mendes e Stela Mendes.

A mãe e o pai estão bem e felicissimos pelo nascimento do seu rebento.

Aos três, endereçamos aqui os nossos votos de parabéns e de felicidades.

Jorge Manuel Cardoso



Aniversário da Associação realiza-se a 17 de Agosto com o tradicional Porco no Espeto
GRUPO DE AMIGOS DE VILAS RUIVAS COMPLETA QUATRO ANOS DE INTENSA ACTIVIDADE. PRESIDENTE DA DIRECÇÃO MANTEM DESEJO DE NÃO SE RECANDIDATAR.


È já no próximo dia 17 de Agosto que o Grupo de Amigos de Vilas Ruivas vai comemorar os seus quatro anos de existência.
Como já é tradicional, as comemorações realizam-se no Largo Principal da Aldeia a partir das 13.00 Horas do próximo dia 17, num almoço convívio com o já tradicional porco no espeto, e que vai reunir à mesma mesa as cerca de duas centenas de sócios e respectivos familiares.

As inscrições para este aniversário já se encontram abertas na Sede da Associação do Grupo de Amigos de Vilas Ruivas.
Embora a ideia da fundação surgisse ainda nos anos 90, através de Jorge Cardoso, Nuno Mendes e Stela Mendes entre outros jovens da aldeia, só em 2004 se avançou efectivamente para a fundação da Associação.

Jorge Manuel Cardoso, actual e primeiro Presidente do Grupo de Amigos de Vilas Ruivas, relembra os passos dados para se chegar à fundação da Associação.
“ Tudo começou efectivamente nos anos 90. A amizade que nos une, levou-me a mim, ao Nuno e á sua esposa, Stela Mendes, a pensar sériamente no assunto. Custava-nos chegar à aldeia no Verão e não termos um lugar próprio de convívio para a população, onde simplesmente se pudesse beber um simples café e conversarmos. O destino, ou era Vila Velha de Ródão durante o dia, ou Castelo Branco à noite. Começámos a pensar sériamente na fundação de uma Associação em Vilas Ruivas.

Os anos seguintes foram de “passagem de palavra” pela restante juventude e população da aldeia, mentalizando-os que mais tarde ou mais cedo teríamos a nossa Associação. Sinceramente, não fossem alguns recuos, e já teríamos a Associação a funcionar há mais tempo. Recordo-me que o Ti João Albino, o meu tio, Diamantino Belo , e o ti Abel Carmona ( estes dois últimos infelizmente já falecidos), até pensaram avançar para a compra de uma casa agora fronteiriça à actual sede, para ali ser instalada a Associação. Estávamos ainda na primeira metade dos anos 90. Tal projecto não foi por diante por algumas vicissitudes que aconteceram entretanto.




Mas a ideia nunca ficou parada no tempo. E foi já neste século que as coisas se aprofundaram e se enraízaram cada vez mais. A 17 de Agosto de 2003, deu-se o primeiro almoço preparatório na Pousada, em Vila Velha de Ródão. O projecto era irreversível , e nessa mesma data, mas no ano seguinte, no mesmo local, fomos cerca de 50 à mesma mesa. O almoço custou 8,00€ a cada um, e lancei o repto: 20,00€ a cada um, com os 12,00€ de troco a reverterem para as primeiras quotas para assim se avançar com a Associação.

A fundação do Grupo de Amigos de Vilas Ruivas, começou ali, a 17 de Agosto de 2004. A partir daí, todos sem excepção, trabalharam para legalizar a Associação e a angariar fundos para a mesma. Em Novembro desse ano, dá-se um forte mobilização das gentes de Vilas Ruivas, com a realização do 1º Magusto no intuito de se arranjarem fundos para a compra da futura sede. Nesse mesmo dia, o negócio ficou feito, e graças ao apoio prestado pelas duas Comissões de Festas de Nossa Senhora do Castelo, pudémos fechar o negócio. Quinze dias depois, já lá estava instalada uma máquina de Café e um pequeno espaço para as gentes da aldeia.

Nesse ano, já se realizou lá a festa de passagem de ano, também com forte mobilização das gentes de Vilas Ruivas. Os sócios foram aumentando, e no Verão seguinte, avançámos para as obras do piso inferior. No dia 14 de Agosto desse mesmo ano, as obras estavam completas, e a Comissão de Festas já dispunha de um precioso espaço de apoio às Festas em Honra de Nossa Senhora do Castelo. Tudo graças ao povo de Vilas Ruivas.



Decorridos estes quatro anos , posso dizer que já movimentámos aproximadamente 120.000,00€ na Associação, tanto na aquisição, como nas obras e em melhoramentos, bem assim como em impostos, escrituras e legalização da Associação. Poucos se podem gabar deste movimento todo. Vilas Ruivas conseguiu-o, através da forte mobilização das suas gentes. Realizámos já muitas dezenas de eventos, sempre muito concorridos na sede da nossa Associação e no largo principal da aldeia. Devolvemos a alegria, a cor e o movimento a Vilas Ruivas.

Trouxémos de volta algumas velhas tradições que já estavam perdidas no tempo. Estamos felizes com o trabalho desenvolvido nestes quatro anos, e quando olhamos para trás, reconhecemos que não foi um trabalho em vão. Foi um trabalho em prol de toda a aldeia, sócios e restante comunidade. Estamos de consciência tranquila, e graças a Deus, financeiramente estamos bem, com fortes possibilidades de a curto prazo, investirmos em novas infra estrturas na nossa sede, que muito vão contribuir para o bem estar dos sócios e da população de Vilas Ruivas.

Jorge Cardoso acrescenta ainda “ no próximo dia 17 será com emoção que comemoraremos mais um aniversário do Grupo de Amigos de Vilas Ruivas que, e esperamos, vai reunir mais de duas centenas de convivas à mesma mesa. Quando actualmente assistimos a meia dúzia de criticas à direcção, da qual eu sou responsável, esta forte mobilização a que assistimos no passado dia 14 de Junho na Festa da Sardinha e do I Encontro Nacional de Música Portuguesa, foi “uma chapada de luva branca” a quem não acredita em nós e na nossa forte mobilização. Estarei até ao fim do meu mandato com todos aqueles que ao longo deste quatro anos, mantiveram a Associação todos os dias aberta.




Poucos se podem gabar deste trabalho feito por gente que ali trabalha em regime de voluntariado, com carinho e muita dedicação. Gente que não merece qualquer crítica, antes pelo contrário, deveriam ser louvados publicamente, como agora o estou a fazer aqui nas páginas do nosso jornal. Em Março de 2009, daremos o lugar a outros. Essa meia dúzia que agora tanto nos criticam, terão a partir dessa altura, caminho livre para formarem listas e avançarem para a frente da Associação, desejando eu, que trabalhem tanto ou mais do que nós já fizémos em prol da aldeia. Da nossa parte, e estou certo, só podem ter o nosso apoio.

Se não avançarem, das duas uma: ou se geram consensos e se mantem a Associação aberta, ou então entregam-se as chaves da Associação ao povo de Vilas Ruivas, neste caso, às duas Comissões de Festas, conforme determinam os estatutos da Associação. Essa será uma tarefa estatutária executada pela Mesa da Assembleia Geral. Não posso é tolerar críticas descabidas e ofensivas a membros da minha direcção que ali trabalham com dedicação todos os dias. Isso nunca, pois defenderei e estarei com eles com carinho e dedicação até ao final do nosso mandato.”, acrescentou ainda Jorge Cardoso.

Os Festejos mais antigos e tradicionais do concelho de Vila Velha de Ródão
VILAS RUIVAS ENGALANADA PARA OS FESTEJOS EM HONRA DE NOSSA SENHORA DO CASTELO






Os dias 14, 15 e 16 de Agosto marcam o concelho de Vila Velha de Ródão e a aldeia de Vilas Ruivas a nível cultural e tradicional. São as Festas em Honra de Nossa Senhora do Castelo, que, e à semelhança dos Festejos em Honra de Nossa Senhora dos Remédios, em Alfrívida, em Setembro, são as mais antigas e tradicionais que se realizam no nosso concelho.

Sempre muito concorridos, os festejos têm como ponto alto, a eucaristia em Honra de Nossa Senhora do Castelo, a realizar na Ermida, lá bem no alto da serra. Este ano, a Eucaristia está marcada para as 17,30 Horas do dia 15, seguida de procissão, no espaço renovado e reconstruído da Ermida e zonas envolventes.
Mais uma vez se aguardam centenas e centenas de pessoas no alto da Serra, para prestar homenagem a uma Santa muito querida das gentes, não só de Vilas Ruivas, como do nosso concelho: A Senhora do Castelo.




A Eucaristia será presidida pelo nosso Reverendo, Pe Escarameia, e o conselho que damos a todos aqueles que pretendam assistir a estas cerimónias, é que não levem as viaturas até perto da Capela, pois pode-se gerar alguma confusão nos acessos ao local. Relembramos o que aconteceu há dois anos atrás, onde centenas de veículos entupiram os locais de acesso á Ermida.
Deste modo, o nosso conselho vai para que as pessoas não cheguem à última da hora, que se desloquem bem cedo, para evitar os entupimentos de trânsito no local, já que a estrada é estreita.

Na festa pagã a realizar no largo principal de Vilas Ruivas, destaque para os grandiosos bailes nocturnos, leilão de fogaças, bem assim como para as actividades culturais e desportivas promovidas pela Comissão de Festas de 2008 em Honra de Nossa Senhora do Castelo.

Este ano, a Comissão é constituida pelos seguintes elementos: António Manuel Vaz, Fernando Lourenço, Ramiro Antunes, Manuel Rodrigues, Manuel Ribeiro, Joaquim Leal, Jorge Antunes, António Martins e Raquel Ribeiro.

A todos eles, desejamos os maiores êxitos organizativos nos Festejos mais antigos e tradicionais do concelho de Vila Velha de Ródão.

ENTRETANTO FICA AQUI O PROGRAMA COMPLETO DOS FESTEJOS

Dia 14 de Agosto de 2008

16.00H- Abertura da Quermesse
22.00H- Grandioso Baile, com o Conjunto Musical Màrio & Companhia de Proença a Nova

No dia 15 de Agosto de 2008




10,30H- Reabertura da Quermesse
17,30H- Missa e Procissão em Honra de Nossa Senhora do Castelo, na Ermida no Alto da Serra
22.00H- Grandioso Baile com o Conjunto Musical, Toc & Foge, do Tramagal

No dia 16 de Agosto de 2008

10.30H. Reabertura da Quermesse
16.00H- Início do Torneio da Sueca
16.00H- Espectáculo Musical com o Grupo de Música Popular e Tradicional Portuguesa “Os Quintarolas”, de Vilas Ruivas
18.00H- Jogos tradicionais para a juventude da aldeia
22.00H- Grandioso Baile com o Conjunto Musical, Georgeous, de Algueirão- Sintra
00.00H – Nomeação da Comissão de Festas para o ano de 2009, e continuação do Grandioso Baile.




Dia 17 de Agosto 2008:

13.00 Horas: IV Aniversário da Associação do Grupo de Amigos de Vilas Ruivas, com o Convívio entre todos os associados, naturais e amigos da Aldeia e o já tradicional Porco no Espeto, no Largo Principal.


Saudamos vivamente as gentes de Gavião
BOM E FELIZ REGRESSO, FESTAS DE GAVIÃO DE RÓDÃO.


Ao ler as “cartas ao director” da passada edição do nosso jornal, fiquei feliz com o conteúdo da carta escrita por José Pires Lopes. As festas do Gavião vão regressar este ano, a 2,3 e 4 de Agosto.

E fiquei feliz, porque é mais uma festa que se aviva, é mais uma aldeia que vai trazer de volta as suas tradições, o seu convívio, manifestado aqui através da sua Festa, há tanto tempo ausente do roteiro das nossas Festas Populares.
O nosso concelho, as nossas gentes, precisam da festa do Gavião. Daí que lance daqui os meus sinceros parabéns ás gentes do Gavião por esta decisão de trazer de volta a sua grandiosa festa que tantas saudades me traz dos meus tempos de juventude. Que seja um BOM E FELIZ REGRESSO. Parabéns à Comissão de Festas de 2008 pela tomada desta decisão.

Associação Desportiva e Cultural de Nossa Senhora da Paz nasce em Rodeios e Vale de Homem.
FELICIDADES E LONGA VIDA Á NOVA ASSOCIAÇÃO DO NOSSO CONCELHO


Também na última edição do nosso jornal li com muita felicidade minha, o “nascimento” de mais uma Associação no nosso concelho. As aldeias dos Rodeios e Vale de Homem uniram-se e fundaram a Associação Desportiva e Cultural de Nossa Senhora da Paz.

É mais um contributo importante para o nosso concelho, para mantermos bem acesa a chama das nossas raízes, das nossas tradições e da nossa cultura.
Desejo manifestar os meus sinceros parabéns e votos de felicidades e longa vida à nova Associação que agora nasce, na pessoa de Vergílio Jorge, Presidente da Direcção, e dos demais Orgãos Sociais eleitos para comandar os destinos da nova Associação.

sábado, junho 21, 2008

NOTÍCIAS DA ALDEIA: Festa da Sardinha, Encontro Nacional de Música Popular Portuguesa e Festas de Nossa Senhora do Castelo- 2008.

FESTAS DE 2008 EM HONRA DE NOSSA SENHORA DO CASTELO JÁ MEXEM
PROGRAMA JÁ CONHECIDO PARA OS DIAS 14,15,16 E 17 DE AGOSTO


A Comissão de Festas de 2008, em Honra de Nossa Senhora do Castelo- Vilas Ruivas, já deu a conhecer o programa completo das Festas mais Tradicionais e Antigas do concelho de Vila Velha de Ródão, que como sempre, se realizam todos os anos a 14,15,16 de Agosto, a que se acrescenta o dia 17 de Agosto, o dia da Associação “Grupo de Amigos de Vilas Ruivas”, facto que se verifica nestes últimos quatro anos.




Para este ano, o dia 14 de Agosto tem o seguinte programa:


16.00H- Abertura da Quermesse
22.00H- Grandioso Baile, com o Conjunto Musical Màrio & Companhia de Proença a Nova

No dia 15 de Agosto:




10,30H- Reabertura da Quermesse
17,30H- Missa e Procissão em Honra de Nossa Senhora do Castelo, na Ermida no Alto da Serra
22.00H- Grandioso Baile com o Conjunto Musical, Toc & Foge, do Tramagal

No dia 16 de Agosto:

10.30H. Reabertura da Quermesse
16.00H- Início do Torneio da Sueca
16.00H- Espectáculo Musical com o Grupo de Música Popular e Tradicional Portuguesa “Os Quintarolas”, de Vilas Ruivas
18.00H- Jogos tradicionais para a juventude da aldeia
22.00H- Grandioso Baile com o Conjunto Musical, Georgeous, de Algueirão- Sintra
00.00H – Nomeação da Comissão de Festas para o ano de 2009, e continuação do Grandioso Baile.

Dia 17 de Agosto:

13.00 Horas: IV Aniversário da Associação do Grupo de Amigos de Vilas Ruivas, com o Convívio entre todos os associados, naturais e amigos da Aldeia e o já tradicional Porco no Espeto, no Largo Principal




Enchente em Vilas Ruivas na Festa da Sardinha e da Música Portuguesa
ESTÁ DE PARABÈNS O GRUPO DE AMIGOS DE VILAS RUIVAS

 
O Grupo de Amigos de Vilas Ruivas está de parabéns pelo evento organizado no dia 14 de Junho.

Na realidade, a Festa da Sardinha e da Música Tradicional Portuguesa levou àquela aldeia do nosso concelho, cerca de 300 pessoas que quase enchiam o Largo Principal . Presentes também no evento estiveram a Srªa Presidente e o Vice-Presidente da Câmara Municipal, o Sr. Vereador da Cultura  o Sr. Presidente da Mesa da Assembleia Municipal, a Sra Presidente da Junta de Freguesia de Vila Velha de Ródão, e a representação de muitas Associações do nosso concelho.
 



Com as mesas distribuídas nesse mesmo Largo, o Grupo de Amigos de Vilas Ruivas não olhou a meios para que nada faltasse: 14 caixas de sardinhas e três de carapaus se gastaram nessa tarde/noite de festa.

Os Alegres de Queluz, Os Trovarolas de Castelo Branco, Tons do Povo de São Mamede de Infesta e os Quintarolas de Vilas Ruivas foram os grupos que participaram no I Encontro Nacional de Música Popular Portuguesa, num espectáculo que teve o seu início às 19.30H e que terminou já perto da meia noite, e que foi do agrado de todos aqueles que enchiam praticamente o Largo Principal da Aldeia.
 







Para o Presidente da Associação, Jorge Manuel Cardoso “ tudo correu maravilhosamente bem. Em primeiro lugar, tenho que publicamente agradecer a todos aqueles que ao longo do dia nos ajudaram na organização do evento. Mais uma vez, algumas senhoras da aldeia foram inexcedíveis nesta organização, trabalhando e ajudando arduamente o dia inteiro para que nada faltasse. A todos aqueles que se mantiveram nos fogareiros ao longo do dia, o meu também muito obrigado, pois sabemos o quanto é difícil estar perto do lume quando o calor aperta, mas os jovens e menos jovens disseram presente, e foram exemplares na maneira como “despacharam” o trabalho com qualidade e dedicação.



A todos aqueles que estiveram de serviço no salão da Associação na distribuição da tão necessária bebida fresca para um dia de calor, também o meu muito obrigado, pois não tiveram mãos a medir, tanta foi a procura. Ao fim e ao cabo, todos aqueles que colaboraram deram as mãos e fizeram o trabalho que todos vimos no Largo da Aldeia de Vilas Ruivas. O Grupo de Amigos fica--lhes eternamente agradecidos”, acrescentou o Presidente do GRAV, adiantando ainda que “ agradece também, e muito, a todos os meus familiares e amigos que trabalharam e ajudaram também a por de pé este evento, mantendo-se todo o dia, quer na Associação, quer nos fogareiros, quer na montagem de toda a questão logística. Um agradecimento também muito grande à nossa Câmara Municipal de Vila Velha de Ródão na pessoa do Vice-Presidente, Luís Pereira, inexcedível para que nada faltasse nesta grande festa. Para ele, o meu grande abraço de amizade e de reconhecimento, bem assim como às Aparelhagens Octávio do Marmelal, na pessoa do próprio Octávio, grande amigo da nossa aldeia e a Abílio Batista, do Restaurante O Telheiro do Abílio de Castelo Branco, pela ajuda logística que prestou” rematou ainda Jorge Manuel Cardoso.



 
Sobre a V Edição da Festa da Sardinha, em 2009, o Presidente da Associação, Jorge Cardoso, deseja “que a mesma se realize com o mesmo êxito desta edição”, acrescentando que “ nessa altura, certamente que já será outra direcção a programar a festa, já que o nosso mandato termina em Março de 2009, onde serão prestadas as contas de 2008, e onde serão também realizadas as respectivas eleições para a nova Direcção do Grupo de Amigos de Vilas Ruivas”, adiantou ainda.
 
Sobre uma possível recandidatura ao cargo, Jorge Cardoso é texativo “ Neste momento não somos candidatos, e dificilmente o seremos. A nossa equipa é coesa, e isso já foi falado entre nós, pois existe algum cansaço. Desejo que outras pessoas comecem a pensar em avançar para o próximo mandato de quatro anos, porque o mais difícil já foi feito nesta Associação, e não desejo que sejam sempre os mesmos, nem nós estamos agarrados ao lugar”, adiantando ainda que “temos recebido força para continuar, mas também sei, pelo que oiço, que existe mais gente com mais ideias, pois também recebemos críticas dessas mesmas pessoas. A essas mesmas pessoas, que têm críticas construtivas para desenvolver, eu lhes digo que têm agora uma soberana oportunidade de colocar em prática as suas ideias, formando listas para concorrer às próximas eleições. Era sinal de vitalidade da Associação, e já que tanto criticam em alguns aspectos, podem agora certamente fazer melhor do que nós, de acordo com as ideias que têm para a nossa Associação. Financeiramente estamos bem, já pagámos tudo o que devíamos, e esperamos investir brevemente o dinheiro que temos disponível para benefício da Associação e da população da aldeia, nomeadamente em mais infra-estruturas ”, rematou ainda o Presidente do Grupo de Amigos de Vilas Ruivas.
 

( O Presidente da Direcção do Grupo de Amigos de Vilas Ruivas não se recandidata a novo mandato)


Sobre as críticas recebidas, Jorge Cardoso acrescenta que “elas são bem vindas quando são construtivas, embora podemos estar ou não de acordo com elas. Nesse sentido, essa meia dúzia de pessoas, que não concordam com o rumo traçado por esta Direcção, que tenham agora a coragem de avançar para a frente da Associação, pois a crítica é fácil, mas o trabalho, por vezes é árduo e nem todos os sócios se chegam à frente nos momentos decisivos. Felizmente que é só uma meia dúzia deles, mas acredito que têm todas as condições para avançarem e fazerem um bom trabalho nos próximos quatro anos. Da minha parte, terão toda a ajuda para o que for necessário fazer”, acrescentou.
 
Sobre um possível vazio directivo, Jorge Cardoso refere que “não acredita nisso, porque a nossa Associação é já uma referência no concelho. Não existindo candidatos, seria destruir o trabalho feito até aqui, e colocar em causa o factor de mobilização das gentes da nossa aldeia, pois ninguém deseja o encerramento da Associação. Acredito pois que vão aparecer candidatos à nossa sucessão. Se isso não acontecer, teremos obrigatoriamente que gerar consensos e tentar evitar o pior. Nessa altura, estou certo, veremos avançar aqueles que efectivamente gostam da Associação e da aldeia de Vilas Ruivas”, finalizou.
 
 
EXCURSÃO A VILAS RUIVAS FOI UM ÊXITO
SETENTA PESSOAS FICARAM DELICIADAS COM AS POTENCIALIDADES DO NOSSO CONCELHO.






No mesmo dia da Festa da Sardinha e da Música Tradicional Portuguesa, realizou-se uma excursão proveniente de Lisboa com destino ao nosso concelho. Contactada para o efeito, a Associação do Grupo de Amigos de Vilas Ruivas, preparou tudo para que nada faltasse a estes convivas que escolheram o nosso concelho para um dia bem passado.
Um autocarro completamente cheio, e muitos a viajar de viatura própria, cerca de setenta convivas conheceram o concelho de Vila Velha de Ródão. Para Jorge Manuel Cardoso, “ a Câmara Municipal de Vila Velha de Ródão, a quem agradeço publicamente, esteve desde a primeira hora ao lado da nossa Associação para a recepção a estes convivas, na maior parte deles, funcionários de Serviços de Finanças do Distrito de Lisboa. A recepção na Casa de Artes foi magnífica, e desde já agradeço a colaboração prestimosa da D.Ana e do amigo Jorge na recepção que efectuaram. Por volta das 10,30H seguiram-se as viagens de barco, que deixaram maravilhados todos aqueles que nelas participaram, nomeadamente na travessia das Portas de Ródão, que muitos não conheciam, ficando deslumbrados com o local”, adiantou ainda o Presidente do GAVR, adiantando que depois “seguiu-se um almoço volante em Vilas Ruivas, preparado por familiares e amigos meus. A este propósito, muito agradeço a colaboração da minha família e de todos os amigos que nos ajudaram nesta recepção em Vilas Ruivas para que nada faltasse. Pretendia-se que existisse um passeio pedestre até ao Castelo e Ermida de Nossa Senhora do Castelo, mas o calor impediu esse passeio. No entanto, a viagem foi feita de autocarro , e mais uma vez deu para ver a satisfação de toda aquela gente, deslumbrada com a paisagem que ali estava a seus pés. Para completar o dia, nada melhor do que a participação na Festa da Sardinha e no I Encontro Nacional de Música Popular Portuguesa na aldeia de Vilas Ruivas, para além dos habituais passeios pelas ruas, ruelas e caminhos da aldeia. Pelo feed-back recebido, todos ficaram deliciados com o programa delineado pelo Grupo de Amigos de Vilas Ruivas, e com muitas promessas de um regresso breve, já que os enchidos e os queijos também deixaram água na boca à maioria dos participantes nesta excursão ao nosso concelho”, rematou Jorge Cardoso.
 

quinta-feira, maio 29, 2008

APELAMOS Á COLABORAÇÃO DE TODOS PARA O GRANDE CONVÍVIO DO PRÒXIMO DIA 14 DE JUNHO NA NOSSA ALDEIA

Meus amigos.

Mais uma vez venho aqui ao blogue da nossa aldeia, para vos pedir encarecidamente que se inscrevam para nos ajudar na grande festa do próximo dia 14 de Junho.

Uma organização destas envolve muita coisa, e muito trabalho já foi feito por três ou quatro pessoas apenas.

O Palco para o espectáculo vai ser montado pela nossa Câmara Municipal e nesse apoio que nos vai dar.

Depois do palco montado, temos que montar os toldos por cima e à frente do mesmo.

Prevemos que o Largo Principal se encha a partir das 18.00 Horas para a Sardinhada e para o espectáculo.

Não vamos ter mãos a medir, quer nos fogareiros, quer no apoio ao bar da Associação, bem assim como em servir o jantar aos grupos musicais antes de cada actuação.

É um evento que envolve muita coisa, e não imgainam o que já fizémos.

De Lisboa, em princípio, chegam duas excursões até à nossa aldeia. Portanto, vamos ter muita gente em Vilas Ruivas no próximo dia 14 de Junho.

Apelamos então para que nos ajudem nesse dia, e para que a organização seja um êxito perante os olhares dos forasteiros que nos vão visitar.

Contamos convosco.

Façam-nos chegar a vossa colaboração, através dos e-mails: vilasruivas@gmail.com e jomaca@netcabo.pt

Um abraço

Jorge Manuel Cardoso
Presidente da Direcção do Grupo de Amigos de Vilas Ruivas

PS: em baixo têm já o cartaz do espectáculo musical.

cartaz do "Malgas"





segunda-feira, maio 19, 2008

PROGRAMA DA IV EDIÇÃO DA SARDINHADA NA MALGA E DO I ENCONTRO NACIONAL DE MÚSICA TRADICIONAL PORTUGUESA

Um programa a condizer com a época, é aquilo que o Grupo de Amigos de Vilas Ruivas preparou para a tarde e noite do dia 14 de Junho, no Largo Principal da Aldeia.

À IV Edição da Sardinhada da “Malga”, como carinhosamente tem sido tratada a aldeia ao longo dos anos, junta-se-lhe este ano o I Encontro de Música Tradicional e Popular Portuguesa, que vai levar à aldeia muitas centenas de pessoas, já que o cartaz é apelativo a um grandioso espectáculo musical.

Tons do Povo ( São Mamede de Infesta ), Os Alegres ( Queluz-Sintra), Trovarolas ( Castelo Branco) e Quintarolas (Vilas Ruivas), são alguns dos grupos que vão animar a IV Edição da Festa da Sardinha em Vilas Ruivas, esperando a organização, à hora do fecho desta edição, a presença e confirmação de mais Grupos neste Encontro de Música Tradicional Portuguesa.

Jorge Manuel Cardoso, Presidente da Direcção do Grupo de Amigos de Vilas Ruivas, adianta que “ esta organização só é possível graças à capacidade de mobilização de muita gente que connosco colabora. Desde os elementos da própria Direcção da Associação, e da sua secção cultural, até ao trabalho importante e imprescindível de todas as senhoras da aldeia, passando por todos os associados e amigos da Associação, todos nos vamos ajudar uns aos outros para que nada falhe. O trabalho e o apoio da Câmara Municipal também vai ser importante, nomeadamente nos aspectos logísticos de palco e de limpeza do recinto. Não pedimos qualquer apoio financeiro à Câmara para a realização deste evento, já que esse, está destinado às Festas em Honra de Nossa Senhora do Castelo. Apenas solicitámos esse apoio logístico e kits alusivos ao nosso concelho para oferecer aos grupos participantes.
Destacamos também o apoio dado pelas Aparelhagens Octávio, do Marmelal, através do Octávio, grande amigo da nossa aldeia, e que desde a primeira hora também se prontificou a ajudar à realização deste evento, onde vai disponibilizar a iluminação do recinto, bem assim como do empresário albicastrense, Abílio Baptista, gerente do Telheiro do Abílio, também ele sócio do Grupo de Amigos de Vilas Ruivas, e que nestas alturas está sempre pronto a ajudar no que for necessário”, acrescentou Jorge Cardoso.

Sobre o dia escolhido para o evento, Jorge Manuel Cardoso adianta que “ no dia 13 é feriado em Lisboa, por isso muita gente vai estar não só na nossa aldeia, mas também um pouco por todo o nosso concelho, aproveitando o fim-de-semana prolongado. Esta é uma festa aberta a todos os rodanenses, pelo que esperamos muita gente em Vilas Ruivas durante a tarde e noite do dia 14. Inclusive, sabemos que existem excursões provenientes de Lisboa, que vêm passar o dia ao nosso concelho e que também vão tomar parte desta Festa em Vilas Ruivas. Para o efeito, a nossa Associação já foi contactada nesse sentido, e preparámos, em conjunto com a empresa Incentivos Outdoor, um programa de actividades para todos eles. Para além desta excursão, sabemos também que muitos viajam em viaturas próprias logo na sexta-feira, para passar um fim-de-semana prolongado em Vila Velha de Ródão. Vamos também organizar, a partir das 15.00H, um passeio pedestre de mais ou menos 7 quilómetros, e que vai ligar a aldeia de Vilas Ruivas ao Castelo e Ermida de Nossa Senhora do Castelo, para além dos habituais jogos tradicionais e passeios à aldeia e seus caminhos”, adiantou o Presidente do GAVR.

Sobre o programa do evento, Jorge Cardoso refere que “ o mesmo tem o seu início marcado para as 18.00 horas com a tradicional sardinhada no Largo Principal da Aldeia”. Pelas 19,30 H, terá início o I Encontro de Música Tradicional Portuguesa, com a actuação dos grupos convidados, numa noite que se deseja de grande fervor pelas tradições nacionais, já que vamos ter grupos não só do nosso distrito, mas também do Norte e do Sul”.

Para Jorge Manuel Cardoso, “estas excursões que se esperam são muito importantes para o nosso concelho, visto que não me esqueço que em Abril de 1995, quando eu próprio organizei uma dessas excursões, muitos dos participantes ficaram maravilhados com algumas das nossas aldeias, e pelos menos dois ou três aqui construíram e reconstruíram casas, ou aqui passam férias. Outros ainda hoje visitam frequentemente Vila Velha de Ródão, acrescentando que “temos pena de ainda não possuirmos todas as condições necessárias na nossa Associação para recebermos mais condignamente todos aqueles que nos visitam. Faltam as obras do segundo piso e do logradouro, importantes para nós e para todos os associados, mas o dinheiro não abunda e têm que ser feitas com calma”.

Sobre o futuro da Associação, Jorge Cardoso adianta que “ esta Direcção termina o seu mandato em Março de 2009. Nessa altura serão apresentadas as respectivas contas deste ano, e esperamos que existam listas candidatas e uma cada vez maior participação na vida associativa da aldeia, pois não podem ser sempre os mesmos. Foram quatro anos de grandes sucessos, desde a fundação da Associação, em que conseguimos movimentar muita gente em redor de Vilas Ruivas, dando uma nova vida e alma à aldeia”, adiantando ainda que “em caso de não existirem listas, é lógico que a Associação nunca poderá fechar pela obra que já foi feita, e nessa altura faremos qualquer coisa, pois sei que aqueles que continuam a trabalhar em prol da Associação, pela dedicação já manifestada, nunca vão deixar cair este projecto, embora saibamos que a idade não perdoa para alguns. Neste ponto, aproveito para manifestar o meu sincero apreço por todos eles e pelo trabalho que têm feito na Associação. Sem eles, nada seria possível fazer o que foi feito”,

IV Edição da Sardinhada da Malga e o I Encontro Nacional de Música Popular Portuguesa, em Vilas Ruivas, no dia 14 de Junho, a partir das 18.00 Horas. Um cartaz aliciante para todos os rodanenses.


IV EDIÇÃO DA SARDINHADA NA MALGA

E

I ENCONTRO DE MUSICA TRADICIONAL PORTUGUESA


PROGRAMA PROVISÒRIO

DIA 14 DE JUNHO DE 2008 - ALDEIA DAS VILAS RUIVAS

15.00 HORAS


PASSEIO PEDESTRE

ITENERÀRIO

VILAS RUIVAS- ERMIDA DE NOSSA SENHORA DO CASTELO - CASTELO - VILAS RUIVAS

( Percurso de 7 KMS )






18.00 HORAS: INÍCIO DA IV EDIÇÃO DA SARDINHADA NA MALGA


19.00 HORAS: INÍCIO DO I ENCONTRO NACIONAL DE MÚSICA TRADICIONAL PORTUGUESA

Com os Agrupamentos:

TONS DO POVO ( São Mamede de Infesta )

TROVAROLAS ( Castelo Branco)

OS ALEGRES ( Queluz- Sintra)

QUINTAROLAS ( Vilas Ruivas )






PS: Aguardamos ainda a confirmação de mais dois ou três grupos)


PARTICIPA !

DESLOCA-TE A VILAS RUIVAS E AJUDA A ORGANIZAÇÃO DESTE EVENTO.


NOTA: A ORGANIZAÇÃO NÃO SE RESPONSABILIZA POR QUALQUER ACIDENTE OCORRIDO DURANTE OS EVENTOS .

domingo, maio 11, 2008

APELAMOS Á COLABORAÇÃO DE TODOS PARA O GRANDE CONVÍVIO DO PRÒXIMO DIA 14 DE JUNHO NA NOSSA ALDEIA

Mais uma vez estamos aqui a dirigir-nos aos naturais e amigos da nossa aldeia para que no próximo dia 14 de Junho estejamos todos ao serviço e a colaborar na grande Festa Convívio que se avizinha em Vilas Ruivas.

A partir das 18.00 Horas teremos a Grande Festa da Sardinha no nosso Largo Principal, bem assim como o I Encontro Nacional de Música Tradicional Portuguesa, onde já estão confirmadas alguns grupos, que se vão juntar ao nosso Grupo Musical "Os Quintarolas".

Nesse dia esperam-se centenas e centenas de pessoas na nossa aldeia, daí que todos sejamos poucos para darmos aos mãos e levar por diante uma grande organização deste evento, para que tudo corra pelo melhor, bem à nossa maneira.

Todos somos poucos para ajudar nesse dia 14 de Junho. Daí que lance o apelo para que todos, MAS MESMO TODOS, colaborem coonosco, pois muita coisa há a fazer nesse dia, nomeadamente nas mesas e nos muitos fogareiros que vão estar ao serviço de tanta gente que se espera na nossa aldeia.

Colabora connosco, ajudando-nos neste GRANDE CONVÍVIO EM VILAS RUIVAS, para que a nossa organização seja um verdadeiro êxito.

Mails de contacto: jc1964@gmail.com e jomaca@netcabo.pt



FALECIMENTO



Faleceu ontem no Lar da Santa Casa da Misericórdia de Vila Velha de Ródão, o ti João Catarino Ramalhete, de Vilas Ruivas.
Pai do nosso amigo António Manuel, o Ti João Catarino deixa em nós uma imensa saudade.
A toda a família enlutada, em especial à sua esposa e filho, deixamos os nossos mais sinceros votos de pesar e de sentidas condolências

O Funeral realizou-se esta tarde para o cemitério de Vila Velha de Ródão.

quinta-feira, maio 01, 2008

CASA DO CONCELHO DE VILA VELHA DE RÓDÃO EM LISBOA, ORGANIZA EXCURSÃO COM PARAGEM EM VILAS RUIVAS

A Casa do Concelho de Vila Velha de Ródão em Lisboa, vai promover neste sábado uma excursão-convívio à sede do nosso concelho, no âmbito das comemorações de mais um aniversário daquela Associação Regionalista.

No itenerário dessa Excursão está uma visita à aldeia de Vilas Ruivas, já neste sábado, a partir das 11.00 Horas, comunicada pelo senhor Presidente, Elísio Carmona, ao Presidente do Grupo de Amigos de Vilas Ruivas, Jorge Manuel Cardoso.


Tanto a nossa aldeia como o Grupo de Amigos de Vilas Ruivas sentem-se lisonjeados pela decisão da Casa do nosso Concelho em Lisboa em visitar Vilas Ruivas.

Pela nossa parte, e à boa maneira das gentes de Vilas Ruivas, vamos receber todos os os nossos conterrâneos residentes em Lisboa como sempre recebemos os nossos amigos, e dar a conhecer a todos, a aldeia mais branca do nosso concelho.

sábado, abril 12, 2008

O NOSSO GRUPO MUSICAL "QUINTAROLAS" ACTUOU HOJE NA CASA DAS ARTES. NÃO ESQUEÇA O PRÒXIMO DIA 14 DE JUNHO E A GRANDE FESTA NA NOSSA ALDEIA

Encontro de Música Tradicional realizou-se na Casa de Artes e Cultura do Tejo.

O nosso Agrupamento Musical "Quintarolas", de Vilas Ruivas, actuou hoje na Casa de Artes e Cultura do Tejo, naquele que foi o Encontro de Música Tradicional. Participaram também os agrupamentos, Fora de Horas, Trovarolas e Modas de Ródão.

Relembramos a todos os habitantes, naturais e amigos de Vilas Ruivas, que o Grupo de Amigos de Vilas Ruivas vai levar a efeito o I Encontro Nacional de Música Tradicional e Popular Portuguesa.


O evento terá lugar no Largo Principal da nossa Aldeia no próximo dia 14 de Junho, dia também destinado à 3ª Edição da Festa da Sardinha, relembrando também a todos aqueles que trabalham em Lisboa, que o dia 13 de Junho (sexta-feira), é feriado na capital, por força do dia de Santo António. Vai ser um fim-de-semana prolongado, ideal para que todos compareçam em força na nossa aldeia, convivendo e AJUDANDO a nossa Associação na organização desta Mega-Festa.

A este propósito, agradecíamos que todos se prontificassem a ajudar nesse dia, nomeadamente nos aspectos logísticos de palcos, no apoio às mesas e também no apoio aos assadores de Sardinhas, Carapaus e Febras, já que a Festa se vai prolongar pela noite dentro.

Muito agradecíamos que confirmassem a vossa ajuda para o nosso e-mail, e que ao mesmo tempo dessem sugestões para essa grande Festa do próximo dia 14 de Junho na nossa aldeia de Vilas Ruivas.

AJUDEM-NOS !

COLABOREM CONNOSCO !

COLABOREM COM A NOSSA ALDEIA DE VILAS RUIVAS !


Jorge Manuel Cardoso
Presidente da Direcção do Grupo de Amigos de Vilas Ruivas

UMA EXCELENTE NOVIDADE:A NOSSA ALDEIA DE VILAS RUIVAS VAI ESTAR LIGADA ÁS ÁGUAS DO CENTRO

ALDEIA DE VILAS RUIVAS VAI ESTAR LIGADA ÁS ÁGUAS DO CENTRO


Na sequência da notícia que publiquei aqui no nosso Blogue, e a qual também foi publicada no Jornal do Concelho de Vila Velha de Ródão, sobre a falta de pressão da água na nossa aldeia, temos agora excelentes notícias para a nossa aldeia de Vilas Ruivas.

Em conversa com o Vice-Presidente da Câmara Municipal, Luís Pereira, o mesmo confidenciou-nos que a Câmara Municipal vai resolver o problema da àgua em Vilas Ruivas, conforme foi aprovado .

À semelhança de muitas aldeias do nosso concelho, Vilas Ruivas vai estar também ligada à Empresa Águas do Centro, terminando assim de uma vez com os problemas existentes e que tanto apoquentam as nossas gentes.

É mais uma prova de que só podemos estar satisfeitos com o retorno da nossa Câmara Municipal aos problemas com que a nossa aldeia se debate. Sabemos perfeitamente as dificuldades económicas com que o nosso País se debate, e os consequentes cortes de verbas atribuídas aos Munícipios, mas esta decisão da Câmara Municipal de Vila Velha de Ródão em relação à nossa aldeia, revela que conhecem perfeitamente o problema com que nos debatemos, e que estão lá para os resolver.

Daí que não seja por demais saudar o executivo camarário na decisão tomada.

Os problemas da falta de pressão de água, e ás vezes da falta de água nas torneiras ( principalmente em épocas festivas) andam a atormentar as nossas gentes. Electrodomésticos avariados, banhos de água fria, canalizações entupidas e estragadas, são alguns dos problemas com que nos debatemos actualmente.

Pois bem, isso vai acabar, graças à decisão da Câmara Municipal de Vila Velha de Ródão.

Em meu nome, e penso que em nome de toda a população e naturais de Vilas Ruivas, o nosso agradecimento público a esta tomada de decisão da Câmara e do seu executivo, com um muito obrigado ao Vice-Presidente, Luis Miguel Ferro Pereira, por nos dar a novidade em primeira mão.

Vilas Ruivas vai ficar mais rica e com outras infraestruturas, acabando de uma vez por todas, com o problema da falta de pressão na água que corre nas nossas torneiras.


Jorge Manuel Cardoso

segunda-feira, março 24, 2008

ASSEMBLEIA GERAL DO GRUPO DE AMIGOS DE VILAS RUIVAS E RESCALDO DA QUADRA PASCAL PASSADA NA ALDEIA

ASSEMBLEIA GERAL DO GRUPO DE AMIGOS DE VILAS RUIVAS
CONTAS DE 2007 APROVADAS POR UNANIMIDADE


Realizou-se no pretérito dia 15 de Março, a Assembleia Geral do Grupo de Amigos de Vilas Ruivas, para aprovação das Contas de 2007, para além de outros assuntos de interesse para a Associação.

Com o parecer favorável do Conselho Fiscal, foram aprovadas as Contas da Associação Grupo de Amigos de Vilas Ruivas relativamente ao ano de 2007, bem assim como o relatório de actividades e Orçamento para o ano de 2008, tendo na votação deste último, existido apenas uma abstenção.

O Presidente da Direcção, Jorge Manuel Cardoso, explicou aos presentes todos os pormenores sobre as Contas de 2007, salientando como ponto mais importante, “ o pagamento de todas as dívidas existentes”, bem assim como a apresentação de cerca de 10 000 euros de consolidado para futuros investimentos na sede da Associação, principal objectivo desta Direcção. Investimentos que passam pela conclusão das obras no piso superior da sede da Associação, bem assim como obras no logradouro para benefício de toda a aldeia de Vilas Ruivas, de onde se destaca um forno e churrasqueira comunitária.




Sobre o estado financeiro da Associação, Jorge Manuel Cardoso adiantou aos presentes “ que felizmente esta Associação já demonstrou que tem pernas para andar, e a continuar assim, brevemente teremos as obras em marcha, que é o que nos falta. Passo a passo e seguros, estamos em crer que durante o ano de 2009 teremos as obras em marcha, desejando que ainda seja durante este nosso mandato que termina em Março de 2009, ou o mais tardar, durante o Verão do próximo ano”.

Sobre o futuro da Associação, o Presidente do Grupo de Amigos de Vilas Ruivas, referiu que “ a minha vida profissional está em Lisboa, e gostaria de ver mais gente à frente dos destinos da Associação. O trabalho mais difícil está feito, a partir daqui, quem vier tem tudo para fazer um bom trabalho em prol da Associação e da Aldeia. Pela minha parte, e se alguém desejar formar uma lista para as próximas eleições, estou cá para continuar a ajudar naquilo que posso e sei. Se não existir nenhuma lista, não vou deixar cair esta nossa Associação que tanto trabalho nos deu a formar. Mas neste momento desejaria entregar a Associação a outros sócios, a outra possível Direcção. Podem contar comigo, mas desejo que surjam alternativas a esta Direcção, pois somos poucos, e sei que muitos deles, pelos seus afazeres profissionais, estão cansados, embora seja gratificante, assistirmos a abertura da Associação aos sócios todos os dias, sem falhas, de há três anos e meio a esta parte”, adiantou Jorge Manuel Cardoso, enaltecendo ainda “ a dedicação de todos os elementos que trabalham em prol da Associação e da Aldeia, fazendo com que este projecto seja um êxito absoluto”.

O actual Tesoureiro, Acácio Rei, referiu que “também estou um pouco cansado, já que estamos cá há três anos e meio, e neste momento, o meu desejo também é dar lugar a outros”, acrescentou.

Já o Secretário, João Albino António, referiu que “ se o nosso Presidente sair da Direcção, eu vou sair com ele, pois foi com ele que eu entrei”, tendo o Presidente do Conselho Fiscal, José Pereira Corrreia, adiantando que “ ainda é muito cedo para se decidir quem sai e quem entra, e que é necessário dar prosseguimento à obra e mantermos bem viva a nossa Associação como até aqui “.

Interpolado sobre os apoios das entidades autárquicas, nomeadamente da Câmara Municipal e da Junta de Freguesia, o Presidente Jorge Manuel Cardoso, explicou que “ em termos financeiros apenas recebemos a comparticipação dos 20% da compra da sede por parte da Câmara Municipal, bem assim como um apoio logístico para as obras efectuadas, tendo a Junta de Freguesia na pessoa do saudoso “Sr. Eurico Mota”, disponibilizado tijolos e paletes de cimento. Talvez esperaria mais na atribuição de alguns subsídios camarários à nossa Associação, inclusivé por parte da Adraces, mas eles nunca chegaram. No entanto, a Câmara tem-nos apoiado de outra maneira, e não nos podemos queixar dessa parte, esperando também que nos apoie já no próximo dia 14 de Junho no I Grande Encontro Nacional de Grupos de Música Popular e Tradicional Portuguesa, a realizar aqui na nossa aldeia, por altura da III Edição da Festa da Sardinha, não em termos financeiros, mas em termos logísticos, como a montagem e desmontagem de palcos”, acrescentou ainda o Presidente da Direcção do Grupo de Amigos de Vilas Ruivas.




Interpolado sobre os custos deste evento para a Associação, Jorge Cardoso referiu que “ os custos vão ser mínimos, pois o Rui Marques e o nosso Grupo “Os Quintarolas”, estão a estabelecer protocolos com esses Grupos para virem cá actuar de uma forma gratuita. Por parte da Associação, os custos serão as refeições a dar a todos os Grupos, a electricidade que se vai gastar, e as licenças especiais para este tipo de eventos. Custos perfeitamente ao alcance da nossa Associação”, acrescentou.

Sobre este Encontro de Música Popular em Vilas Ruivas, Jorge Cardoso referiu ainda que “oportunamente será dado conhecimento de todo o programa do evento, sabendo-se apenas que terá início pelas 18.00 Horas, do dia 14 de Junho de 2008, em simultâneo com a III Edição da Festa da Sardinha”, apelando ainda a todos aqueles que desejem assistir a este Encontro, que façam a sua inscrição antecipada no Grupo de Amigos de Vilas Ruivas, já que o Largo Principal da Aldeia tem um número limite de lugares disponíveis nesse dia.


QUADRA PASCAL LEVOU MUITA GENTE A VILAS RUIVAS
UMA ALDEIA CHEIA DE MOVIMENTO.







Nesta quadra Pascal, foram muitos os naturais da Aldeia de Vilas Ruivas que disseram presente.

Já há muito tempo, excepção feita às Festas em Honra de Nossa Senhora do Castelo e a algumas iniciativas promovidas pelo Grupo de Amigos de Vilas Ruivas, que não víamos a aldeia de Vilas Ruivas com tanto movimento.

Na realidade foram famílias inteiras que se deslocaram à aldeia para ali passar esta quadra Pascal, dando um extraordinário movimento às ruas da aldeia e à vida associativa do Grupo de Amigos de Vilas Ruivas.

Estamos em crer que este ano se bateram todos os recordes de presenças nesta Quadra Pascal, numa aldeia que teima em manter-se “branquinha e tradicional”, com muitas habitações reconstruídas e outras construídas de novo. A este propósito, preparam-se mais obras de construção e reconstrução na aldeia, daqueles que, embora estando longe, querem manter-se umbilicalmente ligados a Vilas Ruivas.

Também uma empresa do ramo imobiliário ficou maravilhada com as potencialidades da aldeia de Vilas Ruivas, e já se pôs em campo, para tentar ajudar ainda mais a “lutar” contra a desertificação, fazendo para já, um estudo de mercado, sobre a compra e venda de propriedades, bem assim como possíveis novas construções. Definitivamente, Vilas Ruivas caminha com passos seguros para um futuro ainda mais risonho.



FALTA DE PRESSÃO DE ÁGUA DEIXA POPULAÇÃO Á BEIRA DE UM ATAQUE DE NERVOS
TOMAR BANHO DE ÁGUA FRIA EM VILAS RUIVAS


As constantes quebras na pressão da àgua, deixaram a população de Vilas Ruivas é beira de um ataque de nervos. E com razão, já que, e devido ao elevado número de habitantes e naturais da aldeia presentes em Vilas Ruivas nesta Quadra Pascal, a pressão da água era mínima, não dando sequer para tomar banho de água quente. A pressão nas torneiras era manifestamente insuficiente para que os esquentadores funcionassem, não restando outra alternativa, do que tomar banho de água fria, o que diga-se, nesta altura do ano, não é nada agradável.

Esta é uma situação que já vem atormentando a população de Vilas Ruivas a alguns anos a esta parte, e para a qual, ainda não existiu qualquer solução. Esquentadores que se avariam, falta de pressão nas torneiras, canalizações danificadas fazem com que a população de Vilas Ruivas se veja em dificuldades. Este foi um ponto de acesa discussão na aldeia, com muito descontentamento à mistura para a falta de soluções para a grave situação que se vai verificando nas torneiras de cada habitação.

É para já um aspecto que urge em resolver, pois mais uma vez se confirmou a falta de pressão nas torneiras, levando muita gente a ter que tomar banhos de água fria.

OBRAS NA ZONA ENVOLVENTE AO CASTELO E ERMIDA DE NOSSA SENHORA DO CASTELO
ROMARIA DE CENTENAS DE VEÌCULOS NESTA QUADRA PASCAL






Numa excelente obra desenvolvida pela Câmara Municipal de Vila Velha de Ródão – honra seja feito a este executivo Camarário - , a zona envolvente ao Castelo e Ermida de Nossa Senhora do Castelo está a ganhar contornos de espectacularidade. Com a previsão final das obras para o próximo mês de Abril, aquela zona ex-libris do nosso concelho, serviu uma vez mais, para que centenas e centenas de veículos ali se deslocassem durante a Quadra Pascal, com inúmeros conterrâneos e turistas a fiacarem deslumbrados com o local e com as obras feitas.

Finalmente que se fez luz ao fim de tantos anos de pedidos, denúncias e reportagens sobre um local que até então estava condenado á destruição. Este elenco Camarário está de parabéns pela aposta feita, dando uma nova face ao local, e mais importante do que isso, preservando os nossos valores históricos e culturais. A população rodanense está agradecida por esta actuação em força num local considerado para muitos, como a sala de visitas de Vila Velha de Ródão. Parabéns Dra Maria do Carmo Sequeira pela obra feita.

Apenas uma consideração sobre os futuros estacionamentos. É que no dia 15 de Agosto, dia de Nossa Senhora do Castelo, são centenas e centenas de veículos que ali se deslocam para a Missa e Procissão em Honra de Nossa Senhora do Castelo. Parece-nos que não vão existir muitas mais alternativas de estacionamento, a não ser que, se abram novos estacionamentos nos terrenos adjacentes à estrada de ligação à zona. Uma situação que poderá levar a alguma confusão nesse dia 15 de Agosto.