terça-feira, setembro 28, 2010

QUERCUS OBSERVA AVES EM VILA VELHA DE RÓDÃO


A Quercus de Castelo Branco escolheu as Portas de Ródão para realizar uma observação inserida no Fim-de-semana Europeu de Observação de Aves.

Na actividade que decorrerá durante a manhã de 2 de Outubro será possível observar alguns dos 34 casais de grifos, que constituem a maior colónia do género em Portugal, diz a Quercus.


A actividade decorrerá no miradouro do castelo do rei Wamba e a inscrição é gratuita, sendo apenas necessário contactar a Quercus através do correio electrónico castelobranco@quercus.pt ou pelo telefone 272 324 272.

segunda-feira, setembro 27, 2010

CONTRA AS PORTAGENS NAS SCUT

Dia 1 de Outubro - Recolha de assinaturas para o abaixo-assinado e sensibilização contra as portagens nas SCUT

Àrea de serviço da A23 de Vila Velha de Ródão, sentido Sul-Norte - 18h00.

PARTICIPA... PORQUE VILA VELHA DE RÓDÃO E OS RODENSES NÃO POSSUEM ALTERNATIVAS À A-23

quinta-feira, setembro 16, 2010

PORTAS DE RÓDÃO PROPORCIONARAM AO MUNDO, EXCELENTE IMAGEM DE TODA UMA REGIÃO : CONHECIDAS AS 7 MARAVILHAS DE PORTUGAL




Foi sob muita chuva, nuvens carregadas e vento forte, que nos Açores, foram conhecidas as 7 Maravilhas Naturais de Portugal.
No entanto, e à hora da apresentação do espectáculo, a temperatura estava amena e o céu quase sem nuvens.


Nas Portas do Mar, em Ponta Delgada, mais de um milhar de convidados e de populares, instalaram-se na marina para assistirem à cerimónia da consagração das maravilhas naturais de Portugal.
Entre os convidados presentes, lá estava a Presidente da Câmara Municipal de Vila Velha de Ródão, Maria do Carmo Sequeira e o Padrinho da candidatura das Portas de Ródão, José Nuno Martins

As Portas de Ródão não foram eleitas como uma das 7 Maravilhas Naturais de Portugal, mas foi uma grande vitória para o nosso concelho.
É que das mais de trezentas maravilhas que se candidataram a este evento, as Portas de Ródão foram eleitas para a primeira triagem de setenta e sete maravilhas, e depois eleitas para as 21 finalistas. Uma grande vitória para a candidatura conjunta de Vila Velha de Ródão e de Nisa às 7 Maravilhas de Portugal, que assim alcançou esta final.

Os vencedores, distribuídos por sete categorias, foram: Lagoa das Sete Cidades ( Zonas aquáticas não marinhas, categoria onde concorria também as Portas de Ródão e o Vale do Douro); Portinho da Arrábida (Praias e falésias), Floresta Laurissilva da Madeira (Florestas e matas); Paisagem Vulcânica da Ilha do Pico (Grandes relevos); Grutas de Mira de Aire (Grutas e Cavernas); Ria Formosa (Zonas Marinhas) e o Parque Nacional da Peneda do Gerês (Zonas Protegidas), foram os sete sítios eleitos entre 21 finalistas.




Como acontece nestas votações ( e foram mais de 650.000 votos), aconteceram as previsíveis confirmações, as inevitáveis surpresas e também, já se sabe, com as incontornáveis decepções e discordâncias, onde a não eleição de Sintra, foi o facto mais comentado nos Açores.

PORTAS DE RÓDÃO NÃO PERDERAM E TÊM TUDO A GANHAR DAQUI PARA A FRENTE






PORTAS DE RÓDÃO NÃO PERDERAM E TÊM TUDO A GANHAR DAQUI PARA A FRENTE


Nós, rodenses, não podemos de maneira nenhuma estar tristes com a não eleição das nossas Portas de Ródão. Somos da opinião quea partir daqui, só temos a ganhar.
Desde Março que as Portas de Ródão e o nosso concelho andaram nas bocas do Mundo. Foram centenas de imagens, reportagens, entrevistas e relatos feitos para toda a comunicação social do País e da Diáspora, com particular destaque para as dezenas de reportagens televisivas efectuadas.
Através dessa comunicação social, as Portas de Ródão deram-se a conhecer ao Mundo. Não admira pois, que a partir de Abril, o aumento do turismo no nosso concelho aumentasse vertiginosamente para conhecerem “in loco” as nossas Portas de Ródão e o nosso concelho. Foram milhares e continuam a ser. Fomos testemunhas disso mesmo, pois dias existiram, em que dezenas e dezenas de carros cheios de turistas, paravam na zona da Ponte sobre o Tejo, e subissem também até à zona do Castelo e Ermida de Nossa Senhora do Castelo, descendo por vezes até Vilas Ruivas, para o lado sul das Portas de Ródão,apesar de todas as dificuldades em lá se chegar e de se poderem tirar ou gravar as imagens tão desejadas.
Nada vai ficar na mesma no nosso concelho, depois da participação das Portas de Ródão nas 7 Maravilhas Naturais de Portugal. Isso mesmo reconhece a Presidente da Câmara Municipal de Vila Velha de Ródão, Maria do Carmo Sequeira, já possuidora dos números e do aumento de turistas no nosso concelho, que aumentou quase de dez vezes mais do que em relação a anos não muito distantes.

ESPECTÁCULO GRANDIOSO PARA TODO O MUNDO A PARTIR DE VILA VELHA DE RÓDÃO NO PASSADO DIA 20 DE AGOSTO.




UM ESPECTÁCULO GRANDIOSO PARA TODO O MUNDO A PARTIR DE VILA VELHA DE RÓDÃO NO PASSADO DIA 20 DE AGOSTO.

A RTP 1, RTP Internacional e RTP África, com o seu programa Verão Total , emitiram em directo, e durante seis horas para todo o Mundo, a partir da zona do campo das Feiras, em Vila Velha de Ródão, com as Portas de Ródão como pano de fundo, numa imagem deslumbrante e que só aí, granjeou mais de seis mil votos, à média de mil votos por hora.
Muitos convidados rodenses e da nossa região, falaram sobre as tradições, costumes, etnografia, música e cultura. Aqui, destacam-se as actuações dos grupos musicais do nosso concelho: Os Quintarolas, Modas de Ródão, e Clã 6030, para além da actuação da Banda Filarmónica Fratelense, que certamente encantaram todos os rodenses espalhados pelo Mundo.
Um programa dedicado às Portas de Ródão, onde se ficaram a conhecer as potencialidades do nosso concelho, desta nossa zona que muito amamos. Desde as Associações do Concelho, até aos sectores comerciais, industriais e culturais, muito se falou das potencialidades da nossa região.
O nosso director, Cor. Faia Correia, também convidado para o evento, falou aos microfones da RTP1 sobre a história do nosso Jornal, da Casa do Concelho de Vila Velha de Ródão e da interligação que estas instituições continuam a fazer entre o nosso concelho e a nossa diáspora espalhada pelos quatro cantos do Mundo.
Foi um dia 20 de Agosto em cheio para o desenvolvimento, que muito se deseja, do nosso concelho, com a participação de muitos rodenses a assistir a este magnífico espectáculo.

FESTAS EM HONRA DE NOSSA SENHORA DO CASTELO FOI MAIS UM ANO O PONTO DE ENCONTRO DAS GENTES DE VILAS RUIVAS.






Com menos gente do que tem sido habitual ( muita gente de luto e outros ao sol das praias algarvias), realizaram-se mais um ano, os festejos mais antigos do concelho de Vila Velha de Ródão, na aldeia de Vilas Ruivas, em Honra de Nossa Senhora do Castelo.


Três dias de grande convívio entre os naturais e amigos da aldeia, que proporcionaram bons momentos, e que mantiveram bem acesa a chama das tradições e costumes das gentes de Vilas Ruivas.
O grupo de música popular da aldeia, Quintarolas, e Manuel Emídio, do Retaxo, animaram os festejos no dia 14.


No dia 15, pelas 17.30 Horas, realizou-se a Eucaristia e Procissão em Honra de Nossa Senhora do Castelo, na Ermida no Alto da Serra. Com menos fiéis do que é habitual, foram momentos de fé por Nossa Senhora do Castelo por parte de todos os presentes, sob a homilia do Rev.Escarameia.

À noite, e ao contrário do dia anterior, a população correspondeu à festa pagã e ao baile no Largo Principal da Aldeia, abrilhantado pelo conjunto musical Clã 6030, de Vila Velha de Ródão.
No dia 16, o Conjunto Musical “Carioca”, de Castelo de Vide, abrilhantou o baile final destes festejos em Honra de Nossa Senhora do Castelo.

A Comissão de Festas de 2010 foi constituída por: José Pereira Correia, João Correia, José Henriques, Jorge Henriques, Nelson Henriques e Alexandre Pereira, que efectuou um excelente trabalho em prol da aldeia e destes festejos tradicionais.
As despesas cifraram-se em 5 510,42€, tendo as receitas atingido a verba de 7.685,00€, apurando-se um lucro de 2 174,58€, o qual reverte a favor da Associação do Grupo de Amigos de Vilas Ruivas, para obras de melhoramentos e outros investimentos em prol das gentes da aldeia.


Para o ano de 2011, a Comissão de Festas nomeada é a seguinte: António Filipe Gonçalves, Helder Gonçalves, Joaquim Martins Ribeiro, Joaquim Carmona Ribeiro, Fernando Lourenço, António São Pedro e Júlio Esteves.


Lançamos novamente o repto a todos os naturais e amigos da aldeia de Vilas Ruivas: no dia dos festejos em Honra de Nossa Senhora do Castelo, seria óptimo que todos marcassem presença na aldeia que nos viu nascer e onde temos raízes, para abrilhantarmos ainda mais os festejos mais antigos e tradicionais do nosso concelho.

Compreendemos que nem sempre é possível, mas também seria óptimo para todos nós, trocarmos “três simples dias de praia”, para estarmos com a nossa família, e continuarmos a viver intensamente as nossas tradições e costumes, continuando a fazer história e a ir de encontro aos desejos dos nossos antepassados, que sempre fizeram da festa, um ponto de honra de encontro anual de toda a família.

Grupo de Amigos de Vilas Ruivas comemorou o 6º Aniversário


Grupo de Amigos de Vilas Ruivas comemorou o 6º Aniversário
CENTENA E MEIA CONVIVERAM NO LARGO PRINCIPAL DA ALDEIA


Com a presença da Dra Maria do Carmo Sequeira, Presidente da Câmara Municipal de Vila Velha de Ródão, Luís Pereira, Vice-Presidente, José Alves, Vereador, e Adelaide Caçador, Presidente da Junta de Freguesia de Vila Velha de Ródão, a direcção do Grupo de Amigos de Vilas Ruivas realizou no passado dia 17 de Agosto, as comemorações do 6º aniversário da Associação. Cento e cinquenta convivas marcaram presença no almoço convívio, servido a preceito pelo empresário da restauração, Abílio Baptista, no Largo Principal da Aldeia.

Na ementa esteve um delicioso Bacalhau à Braga ( não confundir com bacalhau à Brás), depois de inicialmente estar previsto um porco no espeto. A direcção do Grupo de Amigos de Vilas Ruivas escolheu esta ementa, já que se antecederam três dias de festa, onde as ementas giraram à volta dos pratos de carne.

Foi uma tarde de grande convívio entre todos os associados, naturais e amigos da aldeia de Vilas Ruivas, que assim comemoraram o 6º aniversário da Associação. Uma associação que teima em levar a efeito durante o ano, uma série de eventos, trazendo até si, muitos associados e muita população da aldeia. O passeio pedestre organizado em Maio, a Festa da Sardinha, o Encontro Nacional da Música Popular Portuguesa, o Magusto e as festas natalicias e de fim-de-ano, são para já, a imagem de marca do Grupo de Amigos de Vilas Ruivas, que adicionam a estes eventos, a organização de excursões aos seus associados, como aconteceu já este ano, na excursão às Amendoeiras em Flor, entre muitos outros eventos organizados durante o ano. Uma Associação bem activa e que se saúda.


Está de parabéns o Grupo de Amigos de Vilas Ruivas pela comemoração deste seu 6º aniversário.